Quinta de São Cristóvão da Portela

IPA.00033961
Portugal, Viana do Castelo, Viana do Castelo, Vila de Punhe
 
Arquitetura residencial, seiscentista e setecentista.
Número IPA Antigo: PT011609380277
 
Registo visualizado 199 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Edifício e estrutura  Agrícola e florestal  Quinta  Casa nobre  

Descrição

Planta irregular composta por vários corpos articulados, de volumes diferenciados e coberturas em telhados de duas, três e quatro águas. Em frente da fachada principal, virada a S., desenvolve-se amplo terreiro, delimitado por duas alas retangulares desiguais, fechado por muro, com portal armoriado. Fachadas rebocadas e pintadas de branco, com cunhais apilastrados, e remates em friso e cornija. As alas laterais do terreiro terminam em frontão triangular, coroado por pináculo (o esquerdo) ou por cruz latina sobre globo (o direito), possuindo este ultimo nicho com imagem pétrea no timpano. O muro, ritmado por pilastras e coroado por merlões decorativos, é rasgado ao centro por portal de verga reta, sobreposto por brasão de família inserido em falso frontão interrompido por pináculo.

Acessos

Vila de Punhe, Rua da Portela

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 406/2013, DR, 2.ª série, n.º 117 de 20 junho 2013

Enquadramento

Rural, isolado, entre as povoações de Vila de Punhe e de Milhões, fora dos aglomerados, com entrada da quinta nas imediações da estrada. A quinta com exploração agrícola, dedicada à vinha, e com estufas, desenvolve-se para N. e NO..

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Agrícola e florestal: quinta

Utilização Actual

Comercial e turística: casa de turismo de habitação

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem efetação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 16 / 17 - época provável de construção da casa nobre, ligada ao surto de emigração para o Brasil; séc. 20 - adaptação a turismo de habitação; 1993, 13 julho - proposta de classificação da Quinta de São Cristóvão da Portela pelo proprietário; 7 outubro - proposta da DRPorto para abertura do processo de instrução da classificação da Casa e Quinta de São Cristóvão da Portela; 14 outubro - despacho de abertura do processo de classificação do Presidente do IPPAR; 2012, 14 setembro - proposta da DRCNorte para a classificação como Monumento de Interesse Público e fixação de Zona Especial de Proteção, alterando a designação para "Quinta de São Cristóvão da Portela"; 26 setembro - parecer favorável da SPAA do Conselho Nacional de Cultura; 2012, 17 outubro - publicação do projeto de decisão de classificar a Quinta de São Cristóvão da Portela como Monumento de Interesse Público e fixação da respetiva Zona Especial de Proteção, em DR, 2.º série, n.º 201, anúncio n.º 13584/2012; 2013, 13 maio - declaração de retificação do anúncio n.º 13584/2012, DR n.º 91, 2.ª série, relativa à classificação como Monumento de Interesse Público e à fixação da respetiva Zona Especial de Proteção.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Bibliografia

Casa e Quinta de São Cristóvão da Portela, in IGESPAR (http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/156226/), [consultado em 16-10-2012].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Noé 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login