Estação Arqueológica Romana de Vale de Junco

IPA.00003379
Portugal, Santarém, Mação, Ortiga
 
Balneário romano repetindo a planimetria, canalização e técnica de construção de outros balneários provinciais, como o de São Vicente do Pinheiro da Vandôma, em Entre-Rios (Pereira, 358). Nas proximidades existe uma necrópole de cistas, de origem eneolítica.
Número IPA Antigo: PT021413070011
 
Registo visualizado 220 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Saúde  Higiene pública  Balneário público  

Descrição

Balneário - distribuído por 2 pisos distintos, aproveitando o declive do terreno - distingue-se o "atrium", ladeado pelo "apodytherium" e pelo "frigidarium"; o "tepidarium", rematado nos topos por compartimentos absidais, o "caldarium", um deles com vestígios de "hypocaustum"; subsiste ainda parte da canalização que trazia a água da vizinha ribeira de Eiras. Estão visíveis parte dos sólidos muros, com 0,40 m. de espessura média, com roda-pé em meia-cana; em "opus testaceum", por vezes revestido a tijolo; pavimentos em "opus signinum" e em ladrilho.

Acessos

EN 359-2 (Mação - Estação da Ortiga), 2º caminho pedonal à esquerda

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 26-A/92, DR, 1.ª série-B, n.º 126 de 01 junho 1992

Enquadramento

Rural, colina. Esplanada em declive, rodeada por olival, próximo do rio Tejo; a jusante, na outra margem, a povoação de Alvega, a "Aritium Vetus" romana.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Saúde: balneário

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 03 / 04

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 03 / 04 - data provável de construção do balneário, possivelmente privativo de uma "villa"; a má qualidade de certos materiais (principalmente o "opus signinum" muito grosseiro, parece indicar um edifício do Baixo Império (Pereira, 362); 1943 - primeiras escavações realizadas por João Calado Rodrigues; 1944 - 1950 - escavações sucessovas por João Calado Rodrigues e o Padre Eugénio Jalhay; 1951 - começa a fazer escavações no local João Manuel Bairrão Oleiro.

Dados Técnicos

Materiais

Pedra (xisto, quartzite, granito); cimento; argamassa; tijolo, ladrilho.

Bibliografia

OLEIRO, J. M. Bairrão, "Actividades arqueológicas no concelho de Mação (Beira Baixa, Portugal)", in Zephirus, vol. II, Salamanca, 1951; PEREIRA, Maria Amélia Horta, Monumentos Históricos do Concelho de Mação, Mação. 1970; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/74080 [consultado em 28 dezembro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Foram encontrados fragmentos cerâmicos ("imbrices", "tegullae"), em vidro e objectos de metal (fíbula, enxada), além de moedas romanas do Baixo Império (sécs. 03 / 04).

Autor e Data

Isabel Mendonça 1995

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login