Castelo de Fontalva

IPA.00003246
Portugal, Portalegre, Elvas, Santa Eulália
 
Arquitectura militar, medieval, moderna, baixa, de transição. Castelo senhorial, medieval, com cubelos, alguns de secção ultrasemicircular; serviria também de atalaia, interligando os castelos de Barbacena, Penha Clara e Santa Eulália, e as atalaias dos Sapateiros, do Brito e da Boa Vista (ALMEIDA, 1948). A irregularidade geométrica da sua planta abaluartada, as diferentes espessuras dos muros, a existência de vestígios de uma muralha que circundava o Monte Velho e os achados arqueológicos do local (que o proprietário diz estarem no Museu Nacional de Arqueologia), sugerem que o actual castelo terá sido uma renovação moderna de fortificações que poderão recuar à cultura castreja.
Número IPA Antigo: PT041207040022
 
Registo visualizado 1976 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Castelo    

Descrição

Planta pentagonal irregular, flanqueado por cinco cubelos de ângulo, mais dois que ladeiam a porta de entrada, no tramo E.. A muralha da metade N. deste tramo apresenta uma ligeira inflexão para o exterior. Quer as muralhas, quer os cubelos, são ameados (ameias de corpo largo e terminação prismática), ligando-os um adarve a toda a volta. A porta de entrada apresenta arco semicircular de cantaria e é encimada por uma pedra de armas dos Silva, sobrepujada por uma troneira cruzetada, por sua vez encimada por uma cruz em nicho. Uma outra entrada situa-se sob o alpendre exterior do forno, a SO. e dá para a cozinha; no seguimento desse alpendre, junto ao cubelo, situa-se a casa das máquinas da futura unidade turística. No interior, encostadas às muralhas, antigas construções agrícolas, cozinha e forno a O., sala de jantar no piso superior a O., cavalariça a E., entre outras divisões.

Acessos

EN 243-1 (desclassificada), entre Santa Eulália e Barbacena; a 5.700Km, cortar à direita por caminho de terra que conduz, após 2,300Km, ao Monte da Herdade de Fontalva. O Monte Velho, onde se localiza o castelo, situa-se 500m a N., em linha recta, havendo um caminho que a ele conduz, a partir do Monte de Fontalva, contornando-o por E.; este caminho só se pode percorrer a pé ou de Jeep. WGS84 (graus decimais) lat.: 38,986863; long.: -7,297756

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 129/77, DR, 1.ª série, n.º 226 de 29 setembro 1977

Enquadramento

Rural, isolado, no cimo dum monte de 337 m de altitude, rodeado por um olival, divisando-se os terrenos agrícolas circundantes, de vales ou de montes de altitudes semelhantes, nomeadamente o Monte de Fontalva (346m).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Militar: castelo

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 15 / 16 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 15 / 16 - provável reconstrução de um antigo castro existente no local.

Dados Técnicos

Sistema estrutural pentagonal em que a ligação entre os panos de muralha é fortalecidos por cubelos; paredes autoportantes; alvenaria de pedra, rebocada e caiada; coberturas de telhado.

Materiais

Pedra, argamassa de cal, tijolo, telhas, tijoleira e madeira.

Bibliografia

ALMEIDA, João de, Roteiro dos Monumentos Militares Portugueses, Vol. 3, Lisboa, 1948; ANDRADE, Rui d', Font'Alva / Alfredo d'Andrade (...) Uma Grande Empresa Agrícola (...), Lisboa, 1948; BORREGO, Nuno, Barbacena, s. l., 1989.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/ DSID; Proprietário

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; Proprietário

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: Séc. 19 / 20 - demolição construções adossadas às muralhas NO., N. e E. pelo exterior, e outras que se encontravam no interior, no tramo S.; Rui d'Andrade: Séc. 20, 2ª metade - construção da sala de jantar do piso superior do tramo O.; José Luís d'Andrade: Séc. 20, últimos anos - reabilitação de pavimentos, recuperação de alvenarias e de rebocos, caiação, recuperação e conservação de coberturas, portas e janelas, instalação de água canalizada, electricidade e aquecimento central.

Observações

Autor e Data

Domingos Bucho 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login