Pelourinho de Beringel

IPA.00000314
Portugal, Beja, Beja, Beringel
 
Arquitectura político-administrativa e judicial, setecentista. Pelourinho sem remate, pelo que não pode ser alvo de classificação tipológica, com fuste cilíndrico e base galbada. Base do fuste bastante decorada com elementos fitomórficos.
Número IPA Antigo: PT040205030008
 
Registo visualizado 303 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Sem remate

Descrição

Fragmento de pelourinho, de que subsiste a base do fuste, galbada e com decoração vegetalista, de onde arranca parte do fuste cilíndrico *1.

Acessos

Praça Miguel Bombarda

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 18 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1255 - doação da povoação ao Mosteiro de Alcobaça; 1477 - escambo de propriedades, revertendo para a Coroa com D. Afonso V; 1519, 23 Novembro - D. Manuel I eleva-a-a a vila; 1526, 01 Janeiro - concessão do título de Conde do Prado, a D. Pedro de Sousa, por D. João III, que se torna senhor da povoação; séc. 17 - concessão do título de Marquês de Minas a D. Francisco de Sousa, neto do anterior e senhor da povoação; séc. 18 - provável construção do pelourinho; 1758 - nas Memórias Paroquiais, é referido que a povoação, com 300 fogos, é do Marquês de Minas; tem 2 juízes ordinários e oficiais da câmara; tem juiz dos órfãos, escrivães e tabelião.

Dados Técnicos

Fragmento.

Materiais

Estrutura em calcário.

Bibliografia

ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, vol. 12, 1992; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 7, n.º 8, fl. 755-760)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

*1 - o coroamento encontra-se actualmente no Museu Regional de Beja, existindo ainda outros elementos numa casa de Beringel.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1993

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login