Igreja de Santo António / Museu Municipal Dr. José Formosinho

IPA.00002814
Portugal, Faro, Lagos, São Gonçalo de Lagos
 
Igreja barroca de nave única, sem capela-mor, antecedida por adro com portal de acesso pela fachada lateral esquerda. À simplicidade das fachadas, opõe-se a riqueza do interior, traduzida por revestimento a azulejo, pinturas murais e profusa talha dourada que reveste as paredes, constituindo um dos melhores conjuntos de talha dourada do país, destacando-se o contraste entre o dourado da talha e a policromia das figuras; a talha do altar-mor parece ser mais antiga e terá provávelmente sobrevivido ao terramoto de 1755 (FORMOSINHO, 1994). Teto da nave de madeira decorado com pinturas perspectivadas, segundo modelo descendente directamente de uma gravura do tratado de Andrea Pozzo.
Número IPA Antigo: PT050807050001
 
Registo visualizado 874 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja  

Descrição

Planta longitudinal de nave única sem capela-mor. Volumes articulados, com cobertura diferenciada em telhado de 2 águas. Frontispício, a O., com embasamento proeminente e rematado por empena. A ladeá-lo 2 torres sineiras, de proporções diferentes coroadas por cupulins. A da direita, de maior dimensão, possui um relógio. Ao centro, portal com tímpano clássico, encimado por nicho vazio e óculo, de estilo barroco, bordado com 7 conchas. Fachada lateral esquerda, com arco de volta inteira, com portal recolhido sob pequeno arco com tecto abobadado. As outras fachadas não são visíveis devido aos edifícios que se encontram adossados (instalações do Museu Regional de Lagos). INTERIOR: nave em abóbada de berço, paredes laterais revestidas a azulejos do séc 18, azuis e brancos com predominância de motivos vegetalistas, até à altura de 1.40 m. Do lambril até ao início da curva da cobertura, talha dourada *1 e pinturas. Tecto de madeira a simular abóbada com pintura em perspectiva representando a continuação das paredes com as figuras dos Evangelistas, numa tribuna a cada canto. Ao centro do tecto, escudo nacional do Séc. 18. Retábulo do altar-mor composto por 2 arcos concêntricos de volta inteira apoiados sobre 4 colunas salomónicas de talha dourada, separadas por nichos e paineis. No altar, sobre um trono, Santo António, ladeado por 2 anjos sustentando. Nichos laterais com as imagens de Santo Elói, do lado do Evangelho, e de São José, do lado da Epístola. Atlantes de braços erguidos, com cestos de flores à cabeça, enquadram o altar e guarnecem os raios do remate. Nas paredes laterais, a talha faz molduras a 8 quadros que representam os milagres de Santo António. No pavimento uma tampa de sepultura epigrafada e armoriada.Púlpito em talha dourada com baldaquino com 2 figuras femininas na frente. Coro-alto assente sobre um arco abNo pavimento uma tampa de sepultura epigrafada e armoriada..

Acessos

Rua General Alberto da Silveira / Rua Silva Lopes

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto n.º 9 842, DG, 1.ª série, n.º 137 de 20 Junho 1924 / ZEP, Portaria, DG, 2.ª série, n.º 275, de 24 novembro 1969

Enquadramento

Urbano, integrado na malha urbana. A S. e E., está adossado o Museu Municipal de Lagos; pequeno largo a N..

Descrição Complementar

No pavimento da igreja, apenas uma lápide sepulcral, a de Hugo Beaty, Comandante do Regimento de Infantaria de Lagos. Porta de acesso ao museu, renascentista, proveniente da Igreja do Compromisso Marítimo *2. No pavimento da entrada, lápides sepulcrais. INSCRIÇÕES: EXTERIOR: 1. Inscrição funerária gravada numa tampa de sepultura inserida num campo epigráfico delimitado por moldura dupla filetada com volutas convergentes nos topos. Apresenta alguma erosão por se situar em local de passagem, entrada para a igreja. Calcário. Tipo de letra: capital quadrada. Leitura modernizada: SEPULTURA DE FRANCISCO PINTO E DE SUA MULHER VIOLANTE GOMES E SEUS HERDEIROS 1584.

Utilização Inicial

Religiosa: igreja

Utilização Actual

Religiosa: igreja / Cultural e recreativa: museu

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1702 - aprovação superior dos Estatutos da Irmandade de Santo António; 1707 - edificação da igreja; 1755 - destruída com o terramoto; 1769 - é mandada reedificar por Hugo Beaty, Comandante do Regimento de Infantaria de Lagos, durante a guerra com Espanha, sob as ordens do Conde de Lippe Schaumburg, ficando-lhe a servir de capela; também desta data, os 8 quadros que se encontram nas paredes laterais, representando os milagres de Santo António (atribuídos ao pintor louletano, Joaquim Rasquinho); 1823 - construção da torre do relógio junto à igreja, a cantaria provém das ruínas da Igreja de Santa Maria; 1825 - colocação de sino na torre; 1929 - juridisção passa do Ministério da Guerra para o Ministério da Instrução; 1930 - criação do Museu Regional de Lagos, instalado nos anexos da igreja, é transferido o portal da antiga Igreja do Compromisso Marítimo pelo director e fundador do museu, Dr. José Formosinho; 1942 - aquisição de terrenos anexos para ampliação do museu.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes em alvenaria de pedra

Materiais

Alvenaria de pedra rebocada (paredes exteriores), pedra calcária (pavimento exterior, cantarias, lápides), tijoleira (pavimento interior), madeira (portas), madeira policromada (tecto), talha dourada (altar-mor, púlpito, coro-alto, paredes laterais), telha de aba e canudo, vidro, ferro.

Bibliografia

FORMOSINHO, José Ramos, Igreja de Santo António, Lagos, 1994; LAMEIRA, Francisco I. C., Inventário Artístico do Algarve. A Talha e a Imaginária. XI - Concelho de Lagos, Faro, Secretaria de Estado da Cultura, Delegação Regional do Algarve, 1994; LEAL, Pinho, Portugal Antigo e Moderno, vol. 4, Lisboa, 1874; MARTINS, José A. de Jesus, A Freguesia de Santa Maria, Estudo Histórico-monográfico, Lagos, Junta de Freguesia de Santa Maria de Lagos, Lagos, 1992; MELLO, Magno Moraes, Pintura doConcelho de Faro: Inventário, CMF, GGRP, Faro, 2000; PAULA, Rui M., Lagos, Evolução Urbana e Património, Lagos, 1992; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no ano de 1952, Lisboa, 1953; PEREIRA, Esteves e RODRIGUES, Guilherme, Portugal Diccionário, vol. 4, 1909; ROCHA, João Paulo, Monografia de Lagos, Faro, 1991; ROSA, José António Pinheiro e, Algarve de Santo António, Comemoração do 8º Centenário do seu Nascimento, Faro, 1995; ROSADO, Valentim, José A. de Jesus, Património Monumental de Lagos. As muralhas e o sistema defensivo medieval in I Encontro Ibérico de Municípios com Centro Histórico. Santarém, 6-8 de Novembro de 1992 - Actas, Câmara Municipal de Santarém, 1994.

Documentação Gráfica

SIPA: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS

Documentação Fotográfica

SIPA: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

SIPA: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS

Intervenção Realizada

DGEMN: 1932 - instalação do museu arqueológico na Sacristia S., incluindo a sua ampliação, Igreja: reconstrução da rampa de acesso ao pavimento superior da torre; 1937 / 1947 - obras de conservação; 1949 / 1952 - ampliação do museu (construção de 3 salas, uma das quais, a sala de exposição, com cobertura com clarabóia e estrutura metálica); 1952 - Museu: modificação do lanternim na sala de pintura, colocação de lanternim na galeria de acesso à sala de pintura, modificação da escada de acesso ao pátio, prolongamento da fachada existente, completamento dos topos com pilastras de remate em cantaria; 1953 - Museu: reparação de portas e caixilhos, assentamento de lambrins e tecto de madeira, rebocos e caiações, ajardinammento do pátio; 1954 - Igreja: caiação das paredes exteriores, reparação do esgoto de águas pluviais no pórtico principal, reparação da cobertura, reparação do cabeçote do sino, reparação de portas, restauro do arcaz da Sacristia, restauro da talha (colagem e retoques de douramento), Museu: execução de pavimentos em madeira e em tijoleira, assentamento de soleiras em cantaria, reparação de rebocos, reparação de canalizações, algerozes e caleiras, caiação de paredes exteriores, pintura de grades de ferro, portas e caixilhos, arranjo e ajardinamento do pátio; 1955 - Igreja: reparação do pavimento de tijoleira. Museu: execução de lagedo em cantaria, execução de instalação eléctrica, assentamento de lambrim e tecto de madeira na sala Dr. Júlio Dantas; 1966 - Museu: limpeza e reparação de coberturas, reparação e pintura de portas, reparação de pavimentos em solho e tijoleira, caiação de paredes interiores, tectos e abóbadas; 1967 - Museu: reconstrução de rebocos, reparação de coberturas e de clarabóias, reparação e execução de esgotos de águas pluviais, isolamento do terraço sobre a entrada, caiação de tectos, paredes e abóbadas; 1968 - Museu: reconstrução de rebocos, reparação de coberturas, reparação do tecto de estafe (sala de exposição e pintura), substituição de porta; 1969 - Igreja (torre sineira): escoramento e consolidação (execução de pilares e cinta em betão armado), picagem de rebocos e caiação, desobstrução das escadas de acesso à torre; 1973 - Igreja: fixação de 2 quadros, Museu: reconstrução de rebocos salitrosos, substituição de porta, reparação do tecto de madeira de uma sala (substituição de tábuas e peças da estrutura), caiações e pinturas; 1974 - Igreja e Museu: reparação de coberturas (limpeza de caleiras e algerozes), reparação de clarabóias de salas do museu (substituição de vidros partidos e pintura de caixilhos), reconstrução de rebocos salitrosos, pintura de portas, caixilhos e grades de ferro, caiação de paredes; IJF: 1975 - restauro das telas dos "Milagres de Santo António", consolidação restauro de talha; DGEMN: 1977 - Igreja e Museu: reparação da cobertura (limpeza, fixação e substituição da telha), Museu: substituição de vidros em clarabóias, substituição de portas, substituição de tecto de madeira, estuque em tectos, pinturas e caiações; IJF: 1977 - restauro da pintura mural; DGEMN: 1982 - Igreja: arranque de figueira e reparação dos paramentos da fachada onde estava adossada, consolidação de cantarias, reconstrução de rebocos na torre sineira, reparação das portas exteriores, caiação das fachadas; 1987 - Igreja: caiação das fachadas e torres, pintura de porta; 1993 - Igreja: limpeza, conservação e consolidação de talha; 1998 - Igreja e Museu: remodelação da instalação eléctrica; 2005 - reparação pontual da cobertura incluindo limpeza, fixação e substituição de telhas e reparação de caleiras; reparação de rebocos exteriores e caiação; lavagem e escovagem de cantarias; CMLagos: 2015 - obras de recuperação da cobertura, conservação e restuaro das pinturas do intradorso da abóbada e pintura do exterior; 2017, 17 outubro - publicação do Anúncio de procedimento n.º 8586/2017, DR, 2.ª série, n.º 200/2017, relativo à empreitada de remodelação e ampliação do Museu Municipal Dr. José Formosinho, com valor do preço base de 699000.00 euros.

Observações

*1 - atribuída aos Mestres Quaresmas, pai e filho, de Lagoa; *2 - Ermida do Espirito Santo / Igreja da Irmandade do Corpo Santo do Compromisso dos Pescadores e Marítimo de Lagos (já desaparecida, situada no gaveto entre a Rua Silva Lopes e Rua Lançarote de Freitas).

Autor e Data

João Neto 1991 / Anouk Costa / Marta Celada 1997

Actualização

Teresa Valente 2005
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login