Arco da Vila

IPA.00002811
Portugal, Faro, Faro, União das freguesias de Faro (Sé e São Pedro)
 
Arquitectura comemorativa, neo-clássica. Arco triunfal de colunas jónicas a suportar a arquitrave do qual se eleva um nicho coroado de frontão triangular.
Número IPA Antigo: PT050805050002
 
Registo visualizado 732 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comemorativo  Arco triunfal    

Descrição

Arco semi-circular, ladeado por duas colunas jónicas, cimalha corrida e um nicho com a estátua de São Tomás de Aquino. Está inscrito numa fachada, entre pilastras, coroadas por urnas, rematadas por balaústres e por um campanário coroado por um frontão triangular, sobre um relógio no eixo do arco.

Acessos

Praça Francisco Gomes

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136 de 23 junho 1910

Enquadramento

Urbano, planície, adossado, com implementação harmónica, o arco estabelece a comunicação entre a parte antiga da cidade e a ampla praça ribeirinha da baixa de Faro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Comemorativa: arco triunfal

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Francisco Xavier Fabri

Cronologia

1812, 25 Outubro - Inauguração do arco, obra de Francisco Xavier Fabri erguida sobre o antigo muro, a mando do Bispo D. Francisco Gomes que mandou vir de Itália a estátua de São Tomás de Aquino, 2007, 05 dezembro - Proposta da DRCAlgarve propondo ZEP conjunta ao Núcleo Histórico de Faro, abrangendo este imóvel; 2008, 23 maio - Parecer do Conselho Consultivo do IGESPAR relativo à ZEP; 2010, 15 novembro - Proposta da DRCAlgarve para alargamento da ZEP do Património Classificado do Núcleo Histórico de Faro Vila Adentro.

Dados Técnicos

Materiais

Cantaria, alvenaria.

Bibliografia

AAVV, Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, Vol.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

DGEMN - 1968 - reconstrução de rebocos onde está implantado o arco. 1969, reparação dos estragos causados pelo sismo: apeamento e reassentamento de todas as cantarias que constituem o conjunto da sineira sobre o relógio e que se encontravam em perigo de ruírem; construção de betão armado em pilares e lintéis para estrutura resistente. Reposição do relógio e máquina na parte posterior do arco que tinha sido retirado após o sismo; CMF: 1992 - obras de recuperação.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

João Neto 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login