Núcleo urbano da cidade de Portalegre

IPA.00028086
Portugal, Portalegre, Portalegre, União das freguesias da Sé e São Lourenço
 
Núcleo urbano sede distrital. Cidade situada em planalto na fronteira do Alentejo. Cidade medieval de fundação régia com castelo, cerca urbana e arrabalde. A cidade de Portalegre é cabeça de Comarca (Costa 1706).
Número IPA Antigo: PT041214080009
 
Registo visualizado 863 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Cidade  Vila medieval  Vila fortificada  Régia (D. Afonso III)

Descrição

Acessos

IP2, EN246, estrada Penha; EN246-2, estrada da Serra; EM147, Rua Olinda Sardinha

Protecção

Inclui Sé de Portalegre (v. PT041214090002) / Igreja de São Bernardo (v. PT041214080003) / Cruzeiro de Portalegre (v. PT041214080004) / Câmara Municipal de Portalegre (v. PT041214090001) / Lápide do Município (v. PT041214090001) / Janelas da Casa da Rua de Azevedo Coutinho (v. PT041214090005) / Igreja da Misericórdia e Casa do Consistório (v. PT041214090009) / Convento de São Francisco, Fábrica de Cortiça Robinson (v. PT041214090011) / Casa Amarela (v. PT041214090013) / Palácio Barahona (v. PT041214090018) / Real Fábrica de Lanifícios de Portalegre (v. PT041214080036) / Incluído na Área Protegida da Serra de São Mamede (v. PT041214020015)

Enquadramento

Urbano, situado em planalto. A cidade de Portalegre implanta-se sobre um patamar, a SO. da Serra de São Mamede, entre as cotas altimétricas 400 e 500 m, fazendo a transição entre a peneplanície alentejana e a serra. A paisagem envolvente a N. e E. é caracterizada por um relevo acidentado marcado por cristas quartizíticas, culminando no alto de São Mamede (1025 m). A O. e S., vales de uso diversificado, alternam a agricultura intensiva (cerais, horticultura), culturas de sequeiro / pastagens e montado (azinho, sobro, carvalho negral). Nas encostas, a ocupação é essencialmente florestal (carvalho negral, substituído por castanheiro a N., sobreiro a S.), com algumas pastagens. O município de Portalegre é constituído por sete freguesias: Alagoa, Alegrete, Fortios, Reguengo, Ribeira de Nisa, Sé e Urra, e limitado pelos concelhos de Castelo de Vide a N., Marvão a NE., Arronches e Monforte a S., Crato a O. e Espanha e E..

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 13 / 16 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1259 - concessão de foral por D. Afonso III à povoação de Portelos, criando o novo concelho de Portus alacer, posteriormente denomidado de Portalegre ; 1271 - D. Afonso III doa ao infante D. Afonso, as vilas de Portalegre e Marvão e os senhorios de Vide e Arronches; 1290, cerca - edificação das muralhas por D. Dinis; 1275 - construção do convento de São Francisco no reinado de D. Sancho II; 1376 - fundação do convento de Santa Clara; 1549, 21 Agosto - criação da Diocese de Portalegre, por bula do papa Paulo III; 1835 - torna-se capital do distrito; 1999, 30 janeiro - declaração da área crítica de recuperação e reconversão urbanística (ACCRU) do centro histórico da cidade de Portalegre, pelo Decreto n.º 2/99, DR n.º 25, 1ª série-B; 2011, 8 agosto - reconversão da ACCRU do centro histórico de Portalegre em ARU (Área de Reabilitação Urbana), pela Declaração n.º 203/2011, DR n.º 151, 2.ª série; 2013, 28 janeiro - criação da União das Freguesias da Sé e São Lourenço por agregação das mesmas, pela Lei n.º 11-A/2013, DR, 1.ª série, n.º 19.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

COSTA, Carvalho da, Corografia Portuguesa, Tomo II, p.554, Lisboa, 1706; RODRIGUES, Jorge, PEREIRA, Paulo, Portalegre, Lisboa, Editorial Presença, Lisboa, 1988; CARITA, Fernando Correia, Portalegre, a cidade e a sua toponímia, Lisboa, Edições Colibri, Câmara Municipal de Portalegre, 2003

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID (desenho.131669, 131670); DGOTDU: Arquivo Histórico (Plano de Urbanização da Cidade de Portalegre, Arq. Urb. Faria da Costa e Arq. Miguel Jacobetty, 1944; Anteplano de Urbanização de Portalegre, Arq. Jaime Dias de Azevedo e Eng. Mário de Azevedo, 1964)

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DREMS

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSARH (Plano de urbanização de Portalegre, DSARH-005-3614/17; Anteplano de Urbanização de Portalegre, DSARH-005-2522/02); DGARQ/TT: Memórias paroquiais, vol. 29, nº 223/223a/223b/ 223c/223d, p. 1513 a 1528 DGOTDU: Arquivo Histórico (Plano de Urbanização da Cidade de Portalegre, Arq. Urb. Faria da Costa e Arq. Miguel Jacobetty, 1944; Anteplano de Urbanização de Portalegre, Arq. Jaime Dias de Azevedo e Eng. Mário de Azevedo, 1964)

Intervenção Realizada

Observações

*1 - Alagoa, Alegrete, Carreiras, Fortios, Reguengo, Ribeira de Nisa , São Julião, São Lourenço (urbana), Sé (urbana) e Urra

Autor e Data

Anouk Costa, Cláudia Morgado, Rita Vale 2010

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login