Solar de Tavarede / Paço de Tavarede

IPA.00002802
Portugal, Coimbra, Figueira da Foz, Tavarede
 
Casa nobre quinhentista, muito remodelada, de planta composta desenvolvida segundo eixo longitudinal rematada por torre. Qualidade da intervenção neomanuelina, com reminiscência da Torre de Belém e soluções decorativas interessantes. Fachada O. enobrecido com obra neomanuelina, a nível planimétrico e decorativo, com motivos marítimos (cordas) na decoração de janelas.
Número IPA Antigo: PT020605120017
 
Registo visualizado 838 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre    

Descrição

Planta composta, volumetria articulada, disposta horizontalmente a definir espaço central, coberturas diferenciadas, em telhado nos corpos horizontais, em terraço na torre. Fachada principal a E., com 2 registos, apresentando três portas no primeiro, apresentando a central uma moldura esculturada e cinco janelas no sequndo; aqui a janela central de sacada possui pedra de armas e as retantes verga decorada *1; fachadas laterais harmónicas com número desigual de aberturas.

Acessos

Largo do Paço, cruzamento da Rua da Fonte com a Rua Violinda Medina e Silva, traseiras para a Rua Abílio Oliveira Águas

Protecção

Categoria: IM - Interesse Municipal, Decreto nº 28/82, DG, 1ª série, nº 47 de 26 de fevereiro 1982

Enquadramento

Urbano, periferia da povoação, envolvido por construções dissonantes.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Política e administrativa: departamento municipal

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 16 / 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 16 - construído a mando de António Fernandes de Quadros, senhor de Buarcos e de Vila Verde que institui o morgadio de Tavarede, constituindo a sua sede e aí mantendo residência *3; séc. 18 - remodelação da fachada N.; 1804 - criado o título de Barão de Tavarede; 1848 - criado o título de Conde, extinto com o terceiro detentor, que manda erguer o torreão Neo-Manuelino sobre a antiga torre quinhentista; 1981 - passa a ser propriedade da Câmara Municipal.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Alvenaria rebocada, pedra (calcáreo), tijolo, madeira.

Bibliografia

Colecção de Elementos para a História do Concelho da Figueira, Figueira da Foz, 1898, pp. 98-99; GONÇALVES, António Nogueira, CORREIA Vergílio, Inventário Artístico de Portugal, Vol.IV, Distrito de Coimbra, Lisboa, 1953, p.102; MADAHIL, A. G. da Rocha, A Mudança da Câmara de Tavarede para a Figueira, in Album Figueirense, 2-3 Agosto de 1935, pp. 81 89, 2-4 de Setembro de 1935, pp. 106-110, 2-12 de Maio de 1936, pp. 380-381; PEREIRA,Isabel, Os Imóveis Classificados do Concelho da Figueira da Foz, Cadernos Municipais, nº11, Câmara Municipal da Figueira da Foz, Figueira da Foz, 1975, p. 48-50; ROCHA, A. Santos , Materiais para a História da Figueira nos Séculos XVII e XVIII, Figueira da Foz, 1893, pp. 47 - 48; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/71588 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

*1 - Pouco se percebe hoje da estrutura interna, pelo estado de degradação presente, sendo de considerar 2 registos no corpo central e 3 na torre. *2 - Da primitiva construção do séc.16 pouco resta, exceptuando a porta principal, acesso abobadado ao pátio interior e janela manuelina hoje no Museu Municipal.

Autor e Data

Margarida Alçada 1984 / Maria João Grilo / Fernando Grilo 1996

Actualização

Inês Pinto 2012
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login