Núcleo urbano da vila das Lajes das Flores

IPA.00027997
Portugal, Ilha das Flores (Açores), Lajes das Flores, Lajes das Flores
 
Núcleo urbano sede municipal (região autónoma). Vila situada em costa marítima. Vila moderna sob jurisdição senhorial (capitão-donatário) e posterior jurisdição régia.
Número IPA Antigo: PT072003050003
 
Registo visualizado 277 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Vila  Vila moderna  Vila moderna  Régia (D. Manuel)

Descrição

Acessos

Lajes das Flores

Protecção

Incluído na Zona de Protecção Especial da Costa Sul e Sudoeste da ilha das Flores (Rede Natura 2000)

Enquadramento

Situado em costa marítima, na unidade de paisagem das Encostas de Lajes. A vila de Lajes das Flores localiza-se na costa S. da ilha das Flores que forma, em conjunto com a ilha do Corvo, situada a cerca de 16 km a NO., o grupo ocidental do arquipélago dos Açores, localizado já sobre a placa tectónica americana. O núcleo urbano implantou-se numa área relativamente plana junto ao pequeno porto e à arriba situada a SE.., crescendo para o interior ao longo dos eixos viários. A envolvente é marcada por um relevo declivoso, onde predominam as manchas florestais, alternadas com áreas de pastagem muradas com pedra seca. As áreas agrícolas, bastante parceladas, localizam-se essencialmente entre as Lajes da Flores e a Fazenda das Flores, situada a NE.. O concelho de Lajes das Flores abrange a parte S. e é composto 7 freguesias: Fajã Grande, Fajãzinha, Fazenda, Lajedo, Lajes das Flores, Lomba e Mosteiro.

Descrição Complementar

Não aplicável

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1452 - dscoberta da ilha por Diogo de Teive e João de Teive, seu filho; 1453, 20 janeiro - doação das ilhas de "Corvo Marini" a D. Afonso, duque de Bragança e conde de Barcelos, por D. Afonso V; 1475, 20 janeiro - João Teive cede a capitania a Fernão Teles de Meneses; 1504, 1 março - doação da capitania a João da Fonseca por D. Manuel I; 1515 - concessão de carta de foral por D. Manuel I; 1587 - destruição da vila, mais populosa que Santa Cruz, por navios ingleses; 1763 / 1783 - construção da Igreja Matriz; 1895 / 1898 - extinção do concelho e integração no de Santa Cruz das Flores; 2009, 27 maio - inclusão das Flores na lista da Rede mundial de reservas da biosfera da UNESCO.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

AA.VV., Livro das paisagens dos Açores, Contributos para a identificação e caracterização das paisagens dos Açores, Ponta Delgada, Direção Regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos, 2005; FERNANDES, José Manuel, História ilustrada da arquitectura dos Açores, Instituto Açoriano de Cultura, Angra do Heroísmo, 2008; FRUTUOSO, Gaspar, Saudades da Terra, Instituto Cultural de Ponta Delgada, 1977-1987.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREL

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Anouk Costa 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login