Núcleo urbano da cidade de Miranda do Douro

IPA.00027260
Portugal, Bragança, Miranda do Douro, Miranda do Douro
 
Núcleo urbano sede municipal. Cidade situada em margem fluvial na fronteira de Trás-os-Montes. Cidade medieval de fundação régia e posterior jurisdição de senhorial com castelo e cerca urbana.
Número IPA Antigo: PT010406080126
 
Registo visualizado 588 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Cidade  Vila medieval  Vila fortificada  Régia (D. Dinis)

Descrição

Acessos

EN221, EN218

Protecção

Inclui Sé de Miranda (v. PT010406080002) / Castelo de Miranda do Douro (v. PT010406080004) / Edifício no Gaveto da Rua da Costanilha com a Rua do Abade de Baçal (v. PT010406080009) / Incluído no Parque Natural do Douro Internacional - Arribas do Douro (Rede Natura 2000) / PP - Plano de Pormenor (Salvaguarda do centro histórico de Miranda do Douro), Declaração n.º 191/2010, DR, 2.ª série, n.º 190 de 29 setembro 2010

Enquadramento

Urbano, situado em margem fluvial. Localiza-se na subregião do Alto Trás-os-Montes, na Terra de Miranda e pertence à unidade de paisagem do Douro Internacional. Implantado sobre crista quartzítica, na margem direita do Douro internacional, que separa as províncias de Trás-os-Montes e Castela e Leão. A paisagem é marcada pelo contraste entre o rio e as suas vertentes agrestes e escarpadas, constituídas por paredes abruptas de xisto que se debruçam a pique sobre o Douro. As características geológicas e climáticas únicas proporcionam uma agricultura mais dedicada à vinha e ao olival, e condiciona a variedade da produção pecuária, onde se destaca a raça bovina mirandesa. O município divide-se em 13 freguesias e é delimitado a NE. e SE. por Espanha, a SO. pelo município de Mogadouro e a NO. pelo de Vimioso.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 13 / 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1286 - fundação de Miranda por D. Dinis, que manda construir muralha e castelo, transferindo o poder do antigo castelo de Algoso, cabeça-de-terra até essa data; 1294 - início da edificação da vila (BRITO, 1597); 1297, 7 Setembro - Miranda pertence à coroa, D. Dinis concede carta de foral e eleva-a a vila; 1320 - a Terra de Miranda tem 22 paróquias, entre elas destacam-se Santa Maria de Miranda, Mogadouro, Vimioso; 1385 - D. João I faz de Pedro Lourenço de Távora a alcaide-mor do castelo de Miranda; 1509 - Duarte de Armas refere a muralha como velha; 1545, 22 Maio - o Papa Paulo III emite uma bula criando a primeira diocese de Trás-os-Montes, Miranda; 1545, 10 Julho - D. João III manda edificar uma catedral e eleva Miranda do Douro a cidade; séc. 16 - o castelo sofre várias alterações que visam adaptá-lo à artilharia moderna; 1680 - Miranda do Douro deixa de ser sede episcopal e passa a ser definitivamente Bragança; 1706 - a cidade, cabeça de comarca, tem 25 lugares no seu termo e pertence ao marquês de Távora; 1758 - a cidade tem 300 vizinhos e o senhorio é do marquês de Távora; 1762 - invasão espanhola e explosão do castelo, que depois vai sendo demolido.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

ALVES, Artur Carlos, A Terra de Miranda nas Inquirições de D. Afonso III, 1258, Cadernos Históricos Mirandeses 3, Miranda do Douro, Câmara Municipal, 1974; ARMAS, Duarte de, Livro das Fortalezas, Lisboa, INAPA, 1990; AZEVEDO, Carlos Moreira, dir., História Religiosa de Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 2000, volume 1, p.157; BRITO, (Frei) Bernardo de, Monarquia Lusitana, Lisboa, INCM, (1597) 1973; CAPELA, José Viriato, As freguesias do distrito de Bragança nas Memórias Paroquiais de 1758, Braga, 2007, p.458; COSTA, António Carvalho da, Corografia Portuguesa, tomo I, p.479, Lisboa, 1706; FONSECA, A., Monografia de Miranda do Douro, Miranda do Douro, 1943; GOMES, Rita Costa, Castelos da Raia. Trás-os-Montes, Lisboa, IPPAR, 2003; TRINDADE, Luísa, Urbanismo na composição de Portugal, dissertação de doutoramento apresentada à Universidade de Coimbra, 2009; OLIVEIRA, A. Lopes de, Miranda na geografia, história e tradição, Viana do Castelo, 1971; TEIXEIRA, Luís e VALLA, Margarida, O Urbanismo Português, Séculos XIII - XVIII, Portugal - Brasil), Lisboa, Livros Horizonte, 1999.

Documentação Gráfica

GEAEM: Planta Topográfica da Praça de Miranda, José Champalimaud de Nussane, 1780.

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSARH (Plano de conservação, melhoramentos e recuperação da zona intra-muros de Miranda do Douro, DSARH-010/150-0054).

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO.Miranda do Douro está geminada com Aranda del Duero e Bimenes (Espanha).

Autor e Data

Rita Vale 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login