Igreja e Convento de Nossa Senhora dos Remédios

IPA.00026829
Portugal, Évora, Évora, União das freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras
 
Igreja e convento quinhentistas da Ordem dos carmelitas descalços, composto por igreja alas conventuais e cerca.
Número IPA Antigo: PT040705180118
 
Registo visualizado 1627 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Convento masculino  Ordem dos Irmãos Descalços de Nossa Senhora do Monte do Carmo - Carmelitas Descalços

Descrição

Acessos

Avenida de Lisboa / Avenida de São Sebastião

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 659/2015 (Pórtico do antigo Convento de São Domingos *1) e Portaria n.º 660/2015 (Igreja e Convento de Nossa Senhora dos Remédios), DR, 2.ª série, n.º 172 de 03 setembro 2015

Enquadramento

Urbano, extramuros, junto à Porta de Alconchel.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: convento masculino de carmelitas descalços

Utilização Actual

Política e administrativa: departamento municipal / Cultural e recreativa: associação cultural e recreativa

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Vítor Figueiredo (projecto de recuperação)

Cronologia

Séc. 16 - instalação dos carmelitas descalços em Évora frente àTorre de menagem mas fora da muralha fernandina, na sequência da remodelação da Ordem do Carmo; 1614 - sagração da igreja; 1663, Maio - durante a Guerra da Independência o convento tem papel de relevo nos assédios de Évora sendo palco de vários combates entre castelhanos e portugueses; 1820, Julho - durante a 1º invasão francesa (Loison), o Convento é ocupado e saqueado; 1826 - 1853 - durante o reinado de D. Maria II o convento e a cerca são entregues à autarquia; 1839 - é instalado na cerca o cemitério público; 1895 e 1991 - obras de recuperação a cargo da autarquia e instalação do Departamento de Arqueologia e do Grupo Eborae Musica na Igreja; 1940 - o pórtico de Nicolau Chanterene proveniente do demolido Convento de São Domingos (IPA.00004438), é instalado à entrada do cemitério público; 1988 - 2004 - projecto de recuperação da autoria do Arq. Vítor Figueiredo; Séc. 21, 1.ª década - Despacho de abertura camarário para a classificação como IM - Interesse Municipal do Convento e respetiva cerca; 2010, 15 março - Proposta da DRCAlentejo para a abertura do processo de classificação da Igreja e Convento; 2011, 10 outubro - Parecer da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a abertura do processo de classificação do Convento de Nossa Senhora dos Remédios, incluindo o pórtico proveniente do demolido Convento de São Domingos; na mesma data Despacho de abertura do processo de classificação pelo Diretor do IGESPAR; 2013, 04 março - publicado no DR, 2.ª série, nº 44, o Anúncio n.º 82/2013 relativo à abertura do procedimento de classificação da Igreja, Convento de Nossa Senhora dos Remédios e pórtico proveniente do demolido Convento de São Domingos (v. IPA.00004438) *1; 2015, 20 março - publicação do Anúncio n.º 49/2015, em DR, 2.ª série, n.º 56, do projeto de decisão relativo à classificação como Monumento de Interesse Público da Igreja e Convento de Nossa Senhora dos Remédios.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: Arquivo pessoal de Vítor Figueiredo

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

IHRU: Arquivo pessoal do Arq. Vítor Figueiredo

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. *1 - o pórtico do demolido Convento de São Domingos de Évora, da autoria de Nicolau Chanterene (v. IPA.00004438) encontra-se na cerca do convento dos Remédios.

Autor e Data

Rosário Gordalina 2008

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login