Pelourinho de Vila Nova de Anços

IPA.00002668
Portugal, Coimbra, Soure, Vila Nova de Anços
 
Pelourinho quinhentista, pinha cónica torsa, com soco hexagonal e fuste octogonal, apresentando elementos heráldicos - coroa, armas reais e a esfera armilar. Insere-se na tipologia dos pelourinhos vizinhos de Ega (v. PT030604060002), Buarcos (v. PT030605040003) e Redondos (v. PT030605040004).
Número IPA Antigo: PT020615110002
 
Registo visualizado 223 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo pinha

Descrição

Estrutura em cantaria de calcário, composta por soco hexagonal de três degraus, de onde evolui fuste oitavado com moldura basilar. Remate em pinha espiralada, decorado com oito bolas, quatro faces decoradas com duas esferas armilares e dois escudos, um deles ilegível, o outro mostrando seis castelos na bordadura.

Acessos

Rua Nossa Senhora de Finisterra, Jardim da Praça. WGS84 (graus decimais) lat.: 40,109826; long.: -8,636027

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 23 122, DG, 1ª série 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano, isolado no centro do Jardim da Praça Professor José Maria M. D. Morgado, junto à igreja paroquial.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 14, 1º quartel - D. Afonso IV, ainda infante, deve ter concedido à povoação o primeiro foral; 1393 - D. Fernando concede a vila a Vasco Pires de Camões, que se tornou assim um dos seus primeiros donatários; séc. 15 - D. João I confisca a vila, voltando a sua propriedade para a coroa; D. João II troca-a com D. Álvaro, filho do 2.º duque de Bragança, senhor de Tentúgal; após o atentado do 2.º duque de Bragança, D. João II confisca a D. Álvaro todos os seus bens, incluindo Vila Nova de Anços; séc. 16 - D. Manuel I restituiu-os a D. Álvaro, cujos representantes foram condes de Tentúgal (1504), marqueses de Ferreira (1533) e duques de Cadaval (1648); 1515, 12 Dezembro - concessão de foral por D. Manuel I; construção do pelourinho *1; 1708 - 1708 - a povoação tem 500 vizinhos e pertence ao Duque de Cadaval, onde entra em correição o Ouvidor de Tentúgal; tem 2 juízes ordinários, 3 vereadores, um procurador do concelho, um escrivão da câmara, juiz dos órfãos com o seu escrivão, 2 tabeliães; 1758 - nas Memórias Paroquiais, é referido que a povoação, com 337 fogos, tem juízes ordinários e câmara; 1836 - o concelho de Vila Nova de Anços é extinto.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de calcário.

Bibliografia

ANACLETO, Regina, O Significado Político dos Pelourinhos, Munda, n.º 1, Maio 1981; BORGES, Nelson Correia, Coimbra e Região, Lisboa, 1987; CORREIA e GONÇALVES, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Coimbra, Lisboa, 1952; COSTA, António Carvalho da (Padre), Corografia Portugueza, vol. II, Lisboa, Valentim da Costa Deslandes, 1708; LOUREIRO, Ferreira, Pelourinhos do Concelho da Figueira da Foz, Boletim da Sociedade Archeologica Santos Rocha, n.º 1, 1904; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73922 [consultado em 23 agosto 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 43, n.º 498, fl. 539-540)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

*1 - segundo Nogueira Gonçalves, o soco do pelourinho é de construção posterior (CORREIA e GONÇALVES: 1952).

Autor e Data

João Cravo 1983 / Francisco Jesus 1998

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login