Casa do Paço

IPA.00002645
Portugal, Coimbra, Figueira da Foz, Buarcos
 
Palacete que reune um dos mais importantes acervos de azulejaria holandesa do séc.18 *3.
Número IPA Antigo: PT020605110012
 
Registo visualizado 478 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa  Palacete  

Descrição

Planta longitudinal dos edifícios que constituem o espaço quadrangular ocupado pelo imóvel, coincidente com o interior, volumetria articulada, com um torreão que preenche o ângulo à direita, cobertura homogénea em telhados nos corpos longitudinais e em cúpula com lanternim cego e coroamento decorativo no torreão. Fachada principal face à marginal, apresentando dois pisos no corpo principal, separados por entablamento, e três pisos na Torre. No piso térreo, marcação de acessos aos espaços comerciais, por pilastras geminadas, marcadas na estrutura murária. Fenestração de sacada regular ao longo do corpo central, com varadins em ferro, com realce de módulo nas janelas dos topos, através da utilização de pequeno frontão. Fachadas anteriores, de cota superior à da fachada principal, a definirem um pátio rectangular ajardinado. Fachadas homogéneas com dois pisos, tendo o corpo central um portal elevado de arco a pleno centro, ao qual se acede por cinco degraus. Janelas rectangulares de guilhotina no primeiro registo e de recorte a pleno centro, no segundo, com varandim de ferro. Frontão a marcar o corpo central desta fachada, coroamento do edifício com balaustrada uniforme. Edifício da esquerda com dois registos e fenestração de sacada, de recorte a pleno centro *1.

Acessos

Largo Professor Vitor Guerra, antigo Largo do Paço, n.º 4

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 47 508, DG, 1ª série, n.º 20 de 24 janeiro 1967

Enquadramento

Urbano, junto à marginal, constituindo uma importante zona comercial e lazer

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Política e administrativa: sede de associação / Serviços: banco

Propriedade

Pública: associação / privada: pessoa colectiva

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1704, antes - construção do edifício.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Bibliografia

CALADO, Rafael Salinas, Azulejos assinados no Paço da Figueira, Boletim da Comissão Municipal de Turismo da Figueira da Foz, n. 14, Junho, 1945; Idem, Os Azulejos do Paço da Figueira Boletim da Casa do Alentejo, n. 105, Julho, Lisboa, 1945; CASTRO, Simões de , A Villa da Figueira Arquivo Pitoresco, Vol. II, Lisboa, 1868, pp. 376; JARDIM, José , As Alfândegas, Figueira da Foz, 1915; LEAL, Pinho, Portugal Antigo e Moderno, Vol. III, Lisboa, 1874; LOUREIRO, Ferreira, Restos da Figueira Antiga, Boletím da Sociedade Arqueológica Santos Rocha, 1, (4), 1907, pp. 130; PEREIRA, Isabel , Os Imóveis Classificados do Concelho da Figueira da Foz, Figueira da Foz, 1975; Cadernos Municipais 11; PINTO, Maurício Azulejos Holandeses na Figueira, Boletim da Comissão Municipal de Tutrismo da Figueira da Foz, n. 6, 1942; ROCHA, António dos Santos, Materiais para a História da Figueira da Foz nos Séculos XVII e XVIII, Figueira da Foz, 1893; São holandeses os azulejos da Casa do Paço da Figueira da Foz?, Diário de Noticias, Lisboa, 1945, 31 de Agosto; TOMAS, Pedro Fernandes, A casa do Paço, Figueira, n. 3, Março, 1915; Uma Preciosa Colecção de Azulejos de Delft, in 1º de Janeiro, Porto, 1945, 30 de Março; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/74203 [consultado em 23 agosto 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1973 - Reconstrução da cobertura; 1976 - consolidação de fachadas.

Observações

*1 - A planta inicial deveria supor a execuçao de um outro torreão (Poente) que nunca foi iniciado, dotando a fachada principal de maior monumentalidade; *2 - Imóvel foi dividido em propriedade horizontal, tendo algumas fracções do rés -do - chão sido vendidas aos seus arrendatários. *3 - Pedro Augusto FERREIRA, 1890, Isabel PEREIRA: Azulejos holandeses primeira metade do séc.18, provenientes talvez de naufrágio

Autor e Data

Margarida Alçada 1984 / M. João Grilo / Fernando Grilo 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login