Aqueduto do Real Mosteiro de Santa Clara / Aqueduto do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

IPA.00026384
Portugal, Coimbra, Coimbra, União das freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas
 
Aqueduto seiscentista, de abastecimento a edifício religioso, com cerca de 2Km. Encontra-se interrompido por um corte da estrutura, efectuado pela Rua Rui Braga Carrington da Costa.
Número IPA Antigo: PT020603160225
 
Registo visualizado 190 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Hidráulica de condução  Aqueduto    

Descrição

Estrutura em alvenaria de pedra, com alguns troços ao nível do solo e outros que emergem em muro. Tem a sua nascente nas proximidades da Rua Mário Pio, marcada por uma edificação de volume cilíndrico, seguida de um respiradouro paralelepipédico. Desenvolve-se ao longo de cerca de 2km, ao longo dos quais se regista a presença de três estruturas paralelepipédicas, um respiradouro e duas mães de água. Intercepta quatro ruas em que, nas primeiras três (Rua Mário Pio, Rua Volta das Calçadas e Rua do Milagre das Rosas), desenvolve-se por baixo das mesmas, estando cortado pela intercepção da última (Rua Rui Braga Carrington da Costa), indo depois desembocar no lado sul da cerca do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova. O troço inicial desenvolve-se por baixo do solo e, após a passagem por baixo da estrada da Rua Mário Pio, emerge à superfície. Em seguida, o aqueduto contorna a encosta do terreno até à primeira mãe de água, de estrutura paralelepipédica, rematada em coruchéu. Após esta, continua até à segunda interceção com uma estrada, sob a qual passa, na Rua Volta das Calçadas. A partir daqui, continua o seu trajeto contornando as habitações até à segunda mãe de água. Nesta zona, o aqueduto passa ainda por baixo das habitações da Rua Santa Comba, da Rua do Alecrim e da Rua Milagre das Rosas, tendo, em algumas áreas, casario colado à sua estrutura, até a um corte na interceção com a Rua Rui Braga Carrington da Costa, no extremo da qual continua até chegar à cerca, do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, indo desaguar à cisterna do mesmo.

Acessos

Santa Clara, Rua Rui Braga Carrington da Costa, Rua do Milagre das Rosas, Rua do Alecrim, Rua Santa Comba, Rua Volta das Calçadas, Rua Mário Pio

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Peri-urbano. Rodeado de edifícios de habitação coletiva, desenvolvendo-se no sentido S / N., estando o seu final adossado ao muro da cerca a S. do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova (v. PT010301180004).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Infraestrutural: aqueduto

Utilização Actual

Marco histórico-cultural: aqueduto

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Frei João Turriano(séc. 17). MESTRE DE OBRAS: Domingos de Freitas (1650)

Cronologia

1650, 21 maio - contrato para a construção do aqueduto com o pedreiro Domingos de Freitas, segundo o modelo de Frei João Turriano: 1789 - o aqueduto de Domingos de Freitas é representado nos planos de Manuel Alves de Macomboa.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante em alvenaria de pedra.

Materiais

Calcário

Bibliografia

CRAVEIRO, Maria de Lurdes - Manuel Alves Macomboa: Arquiteto da reforma Pombalina da Universidade de Coimbra. Coimbra: Imprensa de Coimbra, 1990; Munda: Revista do Grupo de Arqueologia e Arte do Centro. pp. 21-25; Património Edificado com Interesse Cultural: Concelho de Coimbra. Coimbra: Câmara Municipal / Gabinete de Arqueologia, maio 1992.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGPC: SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 20 - corte no atravessamento da Rua Rui Braga Carrington da Costa.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Margarida Silva 2008

Actualização

Teresa Ferreira 2012 / Ana Rita A. Carvalho (Contribuinte externo) 2016
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login