Estação Ferroviária de Campolide

IPA.00026290
Portugal, Lisboa, Lisboa, Campolide
 
Arquitectura de transportes. Estação ferroviária.
Número IPA Antigo: PT031106101328
 
Registo visualizado 984 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Edifício e estrutura  Transportes  Apeadeiro / Estação  Estação ferroviária  

Descrição

Acessos

Calçada da Estação

Protecção

Incluído na Zona Especial de Proteção do Aqueduto das Águas Livres - Troço de Campolide (v. IPA.00006516)

Enquadramento

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: estação ferroviária

Utilização Actual

Transportes: estação ferroviária

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTOS: José Ângelo Cottinelli Telmo (1940).

Cronologia

1895 - mudança da grua de Campolide, para passar a servir duas linhas; 1898 - pedido ao governo para abertura de estrada de acesso à estação; 1901 - ideia de juntar a Linha Urvana com a do Oeste, em Campolide; 1906 - construção de um fosso com 20m para limpeza dos cinzeiros das máquinas; 1914 - amplaição das linhas de resguardo; 1916 - ampliação da casa do capataz; construção de um anexo, com refeitório e vestuário, para os trabalhadores da oficina; 1940 - construção da torre de sinalização por José Ângelo Cottinelli Telmo (1897-1948).

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/Espólio Pessoal Cottinelli Telmo

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

AHIMTT: Linha Urbana, cx. 333

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: 1914 - substituição da cobertura da rotunda por chapa ondulada.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Figueiredo 2007

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login