Balneário Romano em Carvalhas / Forno dos Mouros

IPA.00002626
Portugal, Braga, Barcelos, Carvalhas
 
Balneário castrejo. As paredes laterais da câmara não são de grandes monólitos, como é comum em outros monumentos do mesmo género, mas construídas em alvenaria.
Número IPA Antigo: PT010302210011
 
Registo visualizado 103 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Saúde  Higiene pública  Balneário público  

Descrição

O monumento organiza-se numa disposição típica destes edifícios castrejos com função balnear, apresentando um átrio, uma antecâmara, uma câmara e um forno. O átrio, parcialmente soterrado, era de planta rectangular, mostrando ainda vestígios de lajeado irregular. A antecâmara, muito destruída, era também rectangular assim como a câmara, cujas paredes laterais são construídas em alvenaria por pequenas pedras bem aparelhadas com troços em fiadas horizontais, denunciando reconstrução. O forno era de planta subcircular, crescendo em falsa cúpula até uma altura superior a 2.00m segundo as dimensões existentes, e dava para a câmara por uma entrada com 1.15m de largura.

Acessos

CarvalhOs, EN 204, Km 31, EM para lug. de Grimancelos e Chavão, na encosta do lado Poente do Monte da Saia, donde se tem acesso ao sítio conhecido por Fonte da Pegadinha de Nossa Senhora por caminho carreteiro

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 38 147, DG, I Série nº 4 de 05 janeiro 1951 *1

Enquadramento

Rural. Situado na linha divisória das freguesias de Carvalhas, Chavão e Chorente, na base do castro do Monte da Saia, para O., em associação com nascentes de água. Tem junto a Fonte da Pegadinha de Nossa Senhora. Cobertura vegetal constituída por pinheiros e eucaliptos

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Saúde: balneário

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: pessoa colectiva

Afectação

Época Construção

Séc. 01

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 01 - primeiros tempos da romanização do local, onde já existem os balneários.

Dados Técnicos

Materiais

Granito

Bibliografia

SARMENTO, F. M., Os Inéditos de Martins Sarmento, Revista de Guimarães, 80 (1-2), Guimarães, 1970, pp. 58 - 62; CARDOZO, M., Catálogo do Museu Martins Sarmento, 1ª parte: Secção lapidar e de escultura, Guimarães, 1985; SILVA, Armando Coelho Ferreira da Silva, A Cultura Castreja no Noroeste de Portugal, Paços de Ferreira, 1986, p. 56 e Est. XXXVII).

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN:DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Foi objecto de uma intervenção arqueológica em 1979 (SILVA-1986/56)

Observações

*1 - DOF: Restos da construção conhecida por Forno dos Mouros. *2 - Duas pedras esculpidas que foram recolhidas por F. Martins Sarmento e que se encontram no Museu da Sociedade Martins Sarmento em Guimarães, poderiam fazer parte de uma caleira bífida por onde caía a água no tanque que se localizaria no lado esquerdo do átrio (Cardozo 1985/159, nº 98).

Autor e Data

Isabel Sereno e Paulo Dordio 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login