Quartel de Campo de Ourique / Pátio das Barracas

IPA.00025602
Portugal, Lisboa, Lisboa, Campo de Ourique
 
Arquitectura militar.
Número IPA Antigo: PT031106301247
 
Registo visualizado 1343 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Quartel militar    

Descrição

Conjunto composto por dois edifícios de planta rectangular, um a O. e paralelo à R. Ferreira Borges, e o outro a E..

Acessos

Rua Infantaria 16, n.º 30. WGS84 (graus decimais): lat. 38,719533; long. -9,162774

Protecção

MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria 637/2023, DR, 2.ª série, n.º 213/2023 de 3 novembro 2023/ Parcialmente incluído na Zona de Proteção do Aqueduto das Águas Livres (v. IPA.00006811)

Enquadramento

Inserido em malha urbana consolidada, no centro do bairro de campo de Ourique. Tem uma das suas maiores frentes virada para a R. Ferreira Borges, um dos eixos mais importantes do bairro. Implantado em terreno de configuração irregular, consequência da disposição em ângulo dos edifícios principais do quartel.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Militar: quartel

Utilização Actual

Educativa: escola

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Ministério da Defesa Nacional

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1758 - aquisição dos terrenos necessários para a edificação do quartel, e consequente construção do quartel por ordem do Conde de Lippe. Entre 1763 e 1776 fora adquiridas várias parcelas de terreno para a criação de um campo de exercícios; 1912/1917 - uma reorganização na orgânica do Exército levou à instalação da 3ª Companhia de Saúde para este quartel; 1914 - o terreno adjacente ao quartel, denominado como Cerrado, e que funcionava como campo de exercícios e manobras militares, foi cedido, em parte, ao Centro Escolar Democrático para sua instalação; 1917 - o quartel passou a albergar o Regimento de Sapadores de Caminhos-de Ferro; 1922 - o campo de exercícios, que tinha sido cedido a título provisório ao Centro Escolar Democrátrico, foi reintegrado no quartel, uma vez que o centro nunca chegou a tomar posse efectiva do terreno; 1927 - foi iniciado o processo de aquisição e troca de terrenos envolventes para ampliação do quartel. Entre o edifício do quartel e o campo de manobras havia uma via pública, a Trv. de Baixo dos Quartéis, que impedia a ampliação do quartel para o lado do campo. Assim, procedeu-se à troca de terrenos entre a Câmara Municipal de Lisboa e o Ministério da Guerra, de forma a juntar as duas propriedades; 1965 - projecto de adaptação do quartel ao Regimento de Transportes; 1979 - data da criação da Escola de Serviço de Saúde Militar e consequente instalação no antigo quartel de Campo de Ourique; 2007, 01 março - Despacho de encerramento do processo de classificação; 2014, 18 novembro - a Junta de Freguesia de Campo de Ourique propõe a classificação do Quartel de Campo de Ourique; 2016, 26 abril - por despacho da diretora-geral do Património Cultural exarado sobre proposta do Departamento dos Bens Culturais, é determinada a abertura do procedimento de classificação do Núcleo de génese pombalina do Quartel de Campo de Ourique; 2017, 13 julho - é publicado no DR, 2.ª série, n.º 134, o anúncio de abertura do processo de classificação (Anúncio n.º 118/2017).

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Viagem pelo passado do Quartel de Campo de Ourique, EMGFA, 1986;

Documentação Gráfica

DIE

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

DIE

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Sofia Diniz 2007

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login