Pelourinho de Casal do Meio

IPA.00002553
Portugal, Viseu, Sátão, Rio de Moinhos
 
Pelourinho quinhentista, de bloco prismático, com soco de três degraus quadrangulares, encimado por fuste de secção quadrada, de arestas chanfradas, formando um octógono, rematado por paralelepípedo.
Número IPA Antigo: PT021817070002
 
Registo visualizado 77 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição régia  Tipo bloco

Descrição

Estrutura em cantaria de granito, composto por soco de três degraus quadrangulares, de faces rectilíneas e lisas. Sobre o soco, surge a coluna de fuste monolítico oitavado de base quadrada com arestas superiormente chanfradas. Tabuleiro quadrangular com quatro colunelos aos cantos e um elemento maciço central.

Acessos

Em Rio de Moinhos, no lugar de Casal do Meio. WGS84 (graus decimais) lat.: 40,414153; long.: -7,818151

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Destacado ao centro de pequena praça onde confluem quatro ruas da aldeia, orientadas segundo os pontos cardeais, é fronteiro ao edifício dos antigos Paços do Concelho de Rio de Moinhos (v. PT021817070007).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1240 - criação do concelho de Rio de Moinhos, composto pelas povoações de Casal do Fundo, Casal do Meio e Casal de Cima; séc. 16 - provável construção do pelourinho; 1758, 26 Abril - nas Memórias Paroquiais, assinadas pelo pároco José de Almeida, refere que a povoaçõa, com 230 vizinhos, é do rei; tem juiz ordinário, 2 vereadores, um procurador, juiz dos órfãos, com escrivão, escrivão da Câmara e dois tabeliães; 1836 - extinção do concelho.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de granito.

Bibliografia

MALAFAIA, E. B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997; SOUSA, Albano Martins de, Terras do Concelho de Sátão, Documentos para a história do Concelho de Sátão,Câmara Municipal do Sátão, 1991; SOUSA, Júlio Rocha e, Pelourinhos do Distrito de Viseu, Viseu, 1998.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID; DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 32, n.º 132, fl. 795-797)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Madeira Portugal 1992 / João Carvalho 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login