Capela do Brunhido / Capela de Santo Estêvão

IPA.00023261
Portugal, Aveiro, Águeda, Valongo do Vouga
 
Arquitectura religiosa, vernácula. Capela de planta rectangular com espaço interno indefenido, com sacristia adossada à fachada lateral esquerda. Cobertura interior homogénea de madeira em masseira; iluminada por janelas de verga recta e óculo circular rasgados na fachada principal e janela em capialço na fachada lateral direita junto ao altar-mor. Fachadas rebocadas e caiadas de branco, sendo a face SE. da sacristia percorrida por embasamento em cantaria, circunscritas por cunhais firmados por pináculos e remates em cornija e beiral. Fachada principal, fachada posterior e face SE. da sacristia com remate em empena com cruz sobre soco no vértice. Fachada principal rasgada por portal de verga recta ladeado por janelas e encimado por rosácea em calcário. Remate em empena com sineira à direita em arco de volta perfeita encimado por fragmentos de frontão. Interior com coro-alto assente em plataforma, com guarda balaustrada de madeira e acesso por escadas, do lado do Evangelho e retábulo-mor de talha dourada maneirista seguindo esquema da tratadística de Vignola.
Número IPA Antigo: PT020101190078
 
Registo visualizado 93 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta rectangular com sacristia adossada à fachada lateral esquerda. Massa simples com cobertura em telhado de duas águas sobre a nave e sacristia. Fachadas rebocadas e caiadas de branco, com pés direitos diferentes adaptando-se ao desnível do terreno, sendo a face SE. da sacristia percorrida por embasamento em cantaria, circunscritas por cunhais simples rebocados e caiados de branco firmados por pináculos com remate piramidal truncado por esfera e remates em cornija e beiral. Fachada principal, fachada posterior e face SE. da sacristia com remate em empena com cruz latina sobre soco no vértice sendo as extremidades das cruzes da nave rematadas em quadrifólio. Fachada principal virada a NE., rasgada por portal de verga recta moldurado, a que se tem acesso por um degrau, ladeado por janelas rectilíneas molduradas protegidas por caixilho de madeira com vidro simples colorido formando no centro cruz latina e gradeamento em ferro e encimado por rosácea em pedra de Ançã formada por semicírculos secantes na ordem externa, tagentes na interna e radiação central. Remate em empena com sineira à direita, em granito, sobre soco, em arco de volta perfeita encimado por fragmentos de frontão com motivo decorativo circular ao centro assente em impostas salientes. Visível, à esquerda, recuado, o corpo da sacristia rasgado por porta de verga recta a que se tem acesso por dois degraus. Fachada lateral esquerda, virada a SE., rasgada por janela de verga recta protegida por caixilhos de madeira e vidro, no corpo da sacristia. Fachada lateral direita, virada a NO., rasgada por janela em capialço, moldurada, protegida por caixilhos de madeira e vidro. Fachada posterior cega. Corpo da sacristia, ligeiramente recuado, cego. INTERIOR pintado e rebocado de branco percorrido por azulejos de padrão monócromo azul sobre branco formando silhar e rodapé em ladrilho de cerâmica azul. Cobertura de madeira em masseira e pavimento em ladrilho de cerâmica vermelho. Coro-alto assente em plataforma de cimento, com guarda balaustrada de madeira e acesso por escadas em cimento, do lado do Evangelho. Cobertura do sub-coro revestida a madeira. Portal principal ladeado por pia de água benta semicircular em cantaria, do lado da Epístola, encimada por placa de mármore com inscrição. Capela-mor elevada por um degrau. Retábulo-mor de talha dourada decorada com querubins policromados, de planta recta de três eixos delimitados por colunas coríntias com o terço inferior decorado com acantos e querubim, assentes em plinto paralelepipédico com as faces decoradas com motivos vegetalistas e enrolamentos. No eixo central, nicho delimitado por moldura em arco de volta perfeita assente em pilastras, com fundo pintado a azul, decorado a motivos fitomórficos, com soco onde assenta estatuária. Nos eixos laterais, nichos de menores dimensões, de características semelhantes às do nicho central, com fundo pintado de cor púrpura decorado com motivos fitomórficos da mesma cor e soco. Encimado por friso e cornija em ressalto e remate em tabela rectangular de três eixos delimitados por quarteirões com painéis pintados circunscritos por moldura, sobrepujada por frontão curvo com resplendor e delta luminoso decorado com querubins, em posição centralizada. Face ao retábulo-mor, mesa de altar em talha dourada assente sobre colunas coríntias. Do lado do Evangelho, porta de acesso à sacristia.

Acessos

Brunhido, no ângulo da confluência da Rua do Vale com a Rua de Santo Estevão, no Largo de Santo Estêvão

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, inserido no núcleo habitacional, em terreno desnivelado, ladeado pela rua do Vale a NO. e pela rua de Santo Estevão a SE., com pequeno adro pavimentado face à fachada principal a que se tem acesso por escadaria de cinco degraus a NE e por pequenas escadas laterais de dois degraus. Ladeado por edifícios incaracterísticos de um e dois pisos.

Descrição Complementar

INSCRIÇÃO: placa de mármore sobre pia de água benta diz "OBRA DE RESTAURO / E BENEFICIAÇÃO / BRUNHIDO / ANO 1996"; PINTURAS: no remate do retábulo-mor tabela rectangular de três eixos delimitados por quarteirões com painéis pintados circunscritos por moldura representando, ao centro, São Gonçalo de Amarante, do lado do Evangelho São Francisco e do lado da Epístola Santo António.

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Aveiro)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1516, 20 de Março de - concessão do foral manuelino; séc. 13 / 14 - execução da rosácea; séc. 17 - reconstrução da capela sobre uma preexistência; séc. 17, final - execução do retábulo-mor; 1996 - obras de restauro; séc. 20, 2ª metade - reutilização da rosácea na fachada principal.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Cantaria, granito, pedra de Ançã, telha, madeira, azulejo, ladrilho de cerâmica.

Bibliografia

Águeda. Passado e Presente, Rumo ao Futuro, Paredes, 2001; Dicionário Enciclopédico das Freguesias, vol. 2, Minhoterra, s.d.; GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Aveiro. Zona sul, VI, Lisboa, 1959; LADEIRA, Francisco Dias, O município de Águeda, Águeda, s.d.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

séc. 20, 2ª metade - reutilização da rosácea na fachada principal *¹;1996 - realização de obras de restauro.

Observações

*1 - segundo A. Nogueira Gonçalves e o Padre Ladeira nas obras citadas na bibliografia.

Autor e Data

Ana Lemos 2004

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login