Igreja Paroquial de Belazaima do Chão / Igreja de São Pedro

IPA.00023244
Portugal, Aveiro, Águeda, União das freguesias de Belazaima do Chão, Castanheira do Vouga e Agadão
 
Igreja paroquial maneirista, de planta poligonal composta por nave, capela-mor mais baixa e mais estreita, sacristia e alpendre adossados à fachada lateral direita com coberturas interiores diferenciadas de madeira, na nave em cinco panos divididos em 40 caixotões e na capela-mor em cinco panos com a nave uniformemente iluminada por duas janelas rectilíneas na fachada principal e lateralmente por duas janelas confrontantes em capialço e no corpo da capela-mor por janelas rectilíneas, confrontantes. Fachada principal rematada em frontão contracurvado, rasgada por portal de verga reta e frontão curvo, encimado por duas janelas. Torre sineira de dois registos, onde se destaca a persistência das gárgulas cilíndricas e caneladas. Apenas a fachada principal tem cunhais apilastrados, sendo a fachada lateral direita rasgada por porta travessa de verga recta. Interior com coro-alto assente em plataforma de madeira e capela no sub-coro, correspondente ao antigo batistério, transformado com a transferência da pia baptismal face ao retábulo colateral do lado da Epístola. Retábulos de talha dourada e policroma, tardo-barrocos.
Número IPA Antigo: PT020101060067
 
Registo visualizado 430 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal composta por nave, capela-mor mais baixa e mais estreita, sacristia e alpendre adossados à fachada lateral direita, a primeira ao corpo da capela-mor e este ao corpo da nave. Volumes articulados com cobertura diferenciada em telhados de duas águas na nave e capela-mor, uma água no alpendre e sacristia e em coruchéu piramidal rasgado por abertura em arco apontado a O., encimado por cata-vento, na torre sineira. Fachadas rebocadas e pintadas de branco circunscritas por cunhais apilastrados em cantaria de calcário na fachada principal e rebocados e pintados de cinzento nas restantes firmados por pináculos piramidais rematados por bolbo, percorridas por embasamento de cantaria a E. e a S. e rematadas em cornija e beiral. Remates da nave e capela-mor em empena encimados por cruz latina trilobada e almofadada, sobre soco. Fachadas rasgadas por janelas em capialço protegidas por caixilhos de ferro com vidro, com moldura em cantaria. Fachada principal orientada, rasgada por portal de verga recta moldurado, rematado por friso com inscrição e frontão curvo, recortado, em ressalto, apresentando decoração de volutas no tímpano, encimado por duas janelas rectilíneas, molduradas, protegidas por gradeamento de ferro e vidro, apresentando moldura, no canto inferior esquerdo e direito respectivamente, troncada para dar lugar ao remate do frontão. Remate da fachada em frontão contracurvado de volutas, interrompido por cruz sobre soco, apresentando no tímpano, em posição centralizada, nicho semicircular, em cantaria de calcário, com cobertura em abóbada de concha assente sobre cornija, abrigando a imagem do orago. À direita, adossada à nave, torre sineira composta de dois registos, divididos por friso, rasgado no primeiro por abertura rectilínea moldurada a encimar um relógio solar na face N. e por porta rectilínea moldurada a que se tem acesso por escada de dois lanços na face O. Na face E. da torre sineira, embutido na espessura do muro do cunhal da esquerda, um pináculo com características semelhantes aos restantes. Todas as faces do segundo registo rasgadas por ventanas molduradas em arco de volta perfeita, rematadas por entablamento encimado por relógio em posição centralizada na face N., com gárgulas cilíndricas e caneladas nos ângulos. Visível, à direita, adossado à torre sineira, o primeiro lanço de escadas que dá acesso a esta. Fachadas laterais da nave rasgadas por duas janelas confrontantes e fachadas laterais da capela-mor rasgadas por uma janela confrontante. Fachada lateral direita, virada a N., rasgada por portal travesso rectilíneo moldurado, protegido pelo alpendre, no corpo da nave. Fachada posterior cega sendo visível, à esquerda, recuado, o corpo da sacristia rasgado por porta rectilínea moldurada a que se tem acesso por um degrau e janela. INTERIOR pintado e rebocado de branco percorrido por azulejo padrão monócromo azul sobre fundo branco formando silhar e rodapé em mosaico. Cobertura da nave em cinco panos divididos em 40 caixotões de madeira assente em cornija e pavimento em cimento*¹. Coro-alto assente em plataforma de madeira com guarda balaustrada de madeira e acesso pelo lado da Epístola. Portal principal ladeado por pias e água benta com bacia semicircular em cantaria, apresentando desenhos geométricos e assente sobre mísula do lado do Evangelho e concheada do lado da Epístola. No sub-coro, no corpo da torre sineira, capela lateral pintada e rebocada de branco com cobertura em abóbada de berço assente sobre cornija e parede testeira com pintura formando um enquadramento arquitectónico e fundo pintado a azul de onde surge mísula em cantaria. A ladear o portal travesso nicho rectilíneo moldurado. Retábulos laterais confrontantes e retábulos colaterais de talha dourada e policromada semelhantes entre si e idênticos dois a dois. Retábulos laterais dedicados a São Sebastião (Evangelho) e Santo António (Epístola) e colaterais a Nossa Senhora com o Menino (Evangelho) e Nossa Senhora de Fátima (Epístola). Nos flancos, arcos formando um quarto de círculo, assentes em coluna de fuste liso, encerram pinturas dedicadas a São José (Evangelho) e São Cristóvão (Epístola). Face ao retábulo colateral, do lado da Epístola, pia baptismal*² oitavada em cantaria. Arco triunfal em arco de volta perfeita ladeado por dois arcos que terminam embutidos na espessura do muro exterior, destinados a abrigar os retábulos colaterais. Arco triunfal revestido em talha dourada e policromada decorada com motivos concheados e volutas apresentando, ao centro, um resplendor com inscrição e intradorso apresentando pintura com decoração a conchedado. Capela-mor com cobertura de madeira em cinco panos assente sobre cornija e pavimento em cimento*³. Sobre supedâneo de dois degraus revestido a ladrilho de cerâmica, retábulo-mor de talha dourada e policromada, de planta recta de três eixos divididos por quatro colunas compósitas de fuste liso marmoreado a azul, de capitéis coríntios, assentes em plintos paralelepipédicos com as faces decoradas em forma geométrica. Tem no eixo central tribuna profunda com trono de exposição e interior com falsa abóbada de berço assente sobre cornija com fundo pintado a imitar o marmoreado a azul, decorado com três caixotões delimitados por moldura a dourado apresentando decoração a concheado sobre fundo branco no interior. Fundo da tribuna