Pelourinho de Sever do Vouga

IPA.00000230
Portugal, Aveiro, Sever do Vouga, Sever do Vouga
 
Pelourinho quinhentista, de bloco prismático, com soco hexagonal de três degraus e fuste cilíndrico, encimado por paralelepípedo com elementos heráldicos. Apresenta a base da coluna ornamentada por elementos fitomórficos, reaproveitando o capitel da estrutura primitiva, sendo o actual remate de feitura mais recente, com as armas de Portugal.
Número IPA Antigo: PT020117060002
 
Registo visualizado 440 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo bloco

Descrição

Estrutura em cantaria de granito, composta por soco hexagonal de três degraus, um deles quase soterrado, plinto hexagonal sobre o qual assenta uma base cilíndrica em forma de bolbo, com elementos decorativos, fuste liso hexagonal e coroamento paralelepipédico com uma face armoriada e de remate levemente abaulado.

Acessos

Avenida Comendador Augusto Martins Pereira. WGS84 (graus decimais) lat.: 40.733250; long.: -8.370980

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 23 122, DG, 1ª Série, nº 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano. Isolado em largo exíguo, junto à antiga Câmara e Cadeia, envolvido por construções destoantes

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1514, 20 Abril - concessão de foral por D. Manuel; provável construção do pelourinho; 1640 - é nomeado 1.º marquês de Fontes D. Francisco de Sá e Menezes, que passa a ser senhor da povoação; 1732, 12 Agosto - nas Memórias Paroquiais, assinadas por João Barbosa de Almeida, é referido que a povoação, com 26 vizinhos, pertence ao Marquês de Fontes; tem 2 juízes ordinários e câmara; 1963 - imóvel fazia parte de um chafariz público; 1965 - reconstrução com aproveitamento da base e remate.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de granito.

Bibliografia

GONÇALVES, Nogueira, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Aveiro, XI, Lisboa, 1991, p. 134; MALAFAIA, E. B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, Lisboa, 1997, p. 382; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73765 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREMC

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DREMC; DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 42, n.º 410, fl. 227-230)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Margarida Alçada 1983 / Carlos Ruão 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login