Casa da Quinta de Santa Marta

IPA.00002080
Portugal, Santarém, Almeirim, Benfica do Ribatejo
 
Arquitecura agrícola. Anexo agrícola de quinta, com tectos em masseira, cobrindo os salões intercomunicantes, pintados com enrolamentos de folhagem e meninos enquadrando cartelas com representações da história de Sansão e Dalila e cenas da comedia dell'arte
Número IPA Antigo: PT031403020001
 
Registo visualizado 733 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa    

Descrição

Casa com tectos pintados, o 1º tecto (sala E.) - tecto em masseira pintado com cenas da vida de Sansão dentro de cartelas octogonais, amparadas por putti; entre as cartelas mascarões e enrolamentos de folhagem. 2º tecto (sala central) - tecto em masseira, pintado com cenas humorísticas da comedia dell'arte.

Acessos

EM 589

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 37 801, DG, 1.ª série, n.º 78 de 02 maio 1950 (tetos) *1

Enquadramento

Integrados nas antigas dependências agrícolas do Solar de José Joaquim da Silva Lico na Quinta de Santa Marta

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Comercial e turística: casa de turismo de habitação

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 17, final - séc. 18, inícios - data provável de construção do Palácio de Landal, no local onde existia o edifício quatrocentista onde nasceu Frei Luís de Sousa; séc. 19 - comprado por Julião Casimiro Ferreira (1821 / 1908), 1º visconde de Landal; 1963 - o Palácio de Landal pertence a José Ribeiro Tropa; 1971 / 1979 - na sequência da adaptação do Palácio Landal a Arquivo Histórico, verifica-se a compra, restauro e aplicação dos tectos por Joaquim da Silva Lico, na casa da sua quinta de Santa Marta em Benfica do Ribatejo; 1980 - a Câmara Municipal de Santarém compra o Palácio Landal a Maria Alice Tropa Rodrigues Duarte; 1995 - a Câmara Municipal compra os tectos para serem aplicados nos locais de origem, bem como outros dois de menor valor; 1951, 09 agosto - definição da Zona Especial de Proteção por Portaria publicada no DG, 2.ª série, n.º 183; 1980, 16 julho - derrogação da Portaria anterior por Aviso publicado no DR, 2.ª série, n.º 162.

Dados Técnicos

Materiais

Madeira

Bibliografia

SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal, vol. III, Lisboa, 1949; SANTOS, Reinaldo dos, A pintura de tectos no Séc. XVIII em Portugal, Belas-Artes, 2ª série, nº 18, 1962; SERRÃO, José Veríssimo, O Arquivo Histórico de Santarém e o Palácio Landal, Correio do Ribatejo, 21 de Dezembro 1963; MENDES, Octávio da Silva Paes, Santarém Monumental-Roteiro, Santarém, 1988; SERRÃO, Vítor, Santarém, Lisboa, 1990; SARMENTO, Zeferino, História e Monumentos de Santarém, Santarém, 1993; CUSTÓDIO, Jorge, Santarém - candidatura a património mundial (trabalho policopiado), Santarém, Biblioteca Municipal, 1996; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73982 [consultado em 21 dezembro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

1971 / 1979 - restauro dos tectos depois da remoção do palácio Landal e antes da sua aplicação na Quinta de Santa Marta; 1990 - novo restauro.

Observações

*1. DOF: Tectos de duas salas do Palácio de Landal constituídos por forro de madeira e pintados; os tectos cobriam originalmente 2 das salas nobres, situadas no 1º piso e intercomunicantes, do Palácio Landal em Santarém (141621038), de onde foram retirados em 1972 e dos quais se projecta a reintegração no local

Autor e Data

Rosário Gordalina 1991 / Isabel Mendonça 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login