Igreja Paroquial de Caranguejeira / Igreja de São Cristóvão

IPA.00020762
Portugal, Leiria, Leiria, Caranguejeira
 
Arquitetura religiosa, oitocentista. Igreja paroquial de planta longitudinal com nave única e capela-mor..
Número IPA Antigo: PT021009070054
 
Registo visualizado 295 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal irregular; volumes articulados na horizontalidade com cobertura exterior diferenciada em telhados de 2 águas, de 1 água, coruchéu sobre as 2 torres e em terraço. A fachada principal virada a SO., com embasamento, é dividida em três panos delimitados por cunhais de cantaria, estando aberta por portal em arco pleno, cingido por pilastras rematadas por frontão triangular, da mesma feição que os janelões que flanqueiam a rosácea que encima o portal. Sobre cornija saliente define-se um frontão triangular aberto por nicho de frontão curvo com imagem de vulto do orago, e as sineiras, de ambos os lados, rasgadas nas 4 faces da torre por ventanas de arco pleno sobrepostas por cornija angular e rematadas por coruchéus de secção pronunciadamente contracurvada flanqueados por pináculos e coroados por cata-ventos em forma de galo. Fachada SE. marcada pela saliência de altura ritmada dos volumes correspondentes ao baptistério e sacristia (mais baixos) e dos volumes respeitantes à capela colateral, em empena e cega, e ao camarim (de maior estatura). A fachada NE. em empena angular obtusa, aberta por 2 janelas, tem a particularidade do vértice do remate não seguir o mesmo eixo dos telhados que cobrem a nave e capela-mor. Fachada NO. com volumes sequencialmente mais altos e mais salientes do camarim, capela-mor, nave e torre; proeminência da capela colateral e do anexo adossado ao gaveto formado por esta e pela capela-mor. INTERIOR: coro alto de balaustrada avançada abre para nave única revestida por silhar de azulejos e cobertura em tecto disposto em 3 planos formado por caixotões estucados com medalhões legendados com motivos relevados alusivos à Criação do Mundo, tendo o central a imagem relevada do orago. A nave integra baptistério com pia baptismal de taça circular gomada e tampa de madeira, sobre plinto, 2 capelas colaterais abobadadas com retábulos de frontão curvo de lanços, apresentando, no lado do Evangelho, esquife com Cristo morto. O arco triunfal, pleno, é ladeado por 2 altares de talha em ouro e azul e frontão curvo interrompido por resplendor, com maquineta. A capela-mor de cobertura em abóbada de arestas estucada e pintada com medalhões, integra retábulo composto por 4 colunas assentes em predela que flanqueiam 2 imagens com baldaquino e, ao centro, o camarim com trono. O retábulo é rematado no topo por um frontão curvo de lanços ornamentado por 2 anjos. O templo tem uma iluminação profusa, qur ao nível da nave quer ao nível da capela-mor.

Acessos

Rua do Comércio

Protecção

roposto pelo PDM como Imóvel de Valor Concelhio

Enquadramento

Urbano. Isolado, implantação destacada e harmoniosa que se impõe no alto da povoação, com adro sobrelevado com acesso por escadaria, murado, de calçada portuguesa e jardinado, e amplo terreno na zona posterior.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Leiria - Fátima)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 18 - construção da igreja; 1877 - reedificação do templo a expensas do povo, sendo prior J. J. Pereira; 1899 - edificação do frontispício; 1940 - cruzeiros na fachada SE.; 1995, 04 setembro - o edifício surge proposto como Valor Concelhio pelo PDM de Leiria, DR n.º 204.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes e estrutura mista.

Materiais

Estruturas de pedra calcária e alvenaria, telha, vidro simples, estuque relevado e pintado, talha, azulejo tradicional de padrão azul e amarelo.

Bibliografia

COSTA, Américo, Diccionario Chorographico de Portugal Continental e Insular, vol. V, Lisboa, 1936; Portugal, Diccionario Historico, Chorographico, Biographico, Bibliographico, Heraldico, Numismático e Artístico, vol. III, Lisboa, 1908; SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal, vol. V, Lisboa, 1955.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 20, década 90 - obras de conservação geral e restauro; tratamento da envolvência.

Observações

Autor e Data

Lurdes Perdigão 2001

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login