Convento de São Francisco / Seminário dos Missionários Apostólicos de Vinhais

IPA.00020588
Portugal, Bragança, Vinhais, Vinhais
 
Arquitectura religiosa, barroca.
Número IPA Antigo: PT010412350180
 
Registo visualizado 282 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Convento masculino  

Descrição

Acessos

Vinhais

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 421/2013, DR, 2.ª série, n.º 122 de 27 junho 2013

Enquadramento

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: convento

Utilização Actual

Religiosa: igreja / Educativa: seminário

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Bragança - Miranda)

Afectação

Época Construção

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1740 - licença de D. João V para instituição do convento; 1751 - instituição do convento por José Morais Sarmento, natural de Vinhais e fidalgo da Casa Real, com a contribuição de outros nobres e do povo da vila; 1920, Setembro - depois de muitas diligências, D. José Lopes Leite de Faria arrenda o antigo convento para instalação do Seminário da Diocese; 15 Novembro - data do contrato de arrendamento, com renda anual de 300$00 ali se instalaram o bispo da Diocese, professores e seminário; 1934, 3 Setembro - escritura de compra do convento e respectiva cerca pela diocese, por 200.000$00, sendo bispo D. Luís António de Almeida; 1920 / 1921 - durante este ano lectivo houve setenta e um alunos; 1928, 11 Outubro - nomeação de novo bispo de diocese, D. António Bento Martins Júnior, o qual decide instalar-se em Bragança; aluga uma casa numa travessa da Rua Almirante Reis, hoje conhecida como Rua do Paço, residência do bispo; 1928, 10 Novembro - abertura do ano lectivo com cento e setenta e dois alunos; cento e quarenta do preparatório e trinta e dois de teologia; a grande afluência de candidatos, que excedia a capacidade do Seminário de Vinhais, e o facto do bispo residir em Bragança, exigia à transferência do seminário, pelo menos a Teologia, para Bragança; 1929 - o bispo aqui viveu até que, neste ano, compra a casa da antiga Assembleia Brigantina, conhecida por Gregório; 2003, 20 Junho - despacho de abertura do processo de classificação; 2012, 29 outubro - publicação do projeto de decisão de classificar a igreja e Seminário dos Missionários Franciscanos como Monumento de Interesse Público e fixação da respetiva Zona Especial de Proteção, em DR, 2.º série, n.º 209, anúncio n.º 13635/2012.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

PIRES, Silvério, CORDEIRO, José, Seminário Diocesano de S. José. Memória e Desafios..., Bragança, Seminário de S. José, 2007; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/4108105 [consultado em 11 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

IPPAR

Documentação Fotográfica

IHRU: DSID; IGESPAR: IPPAR

Documentação Administrativa

IGESPAR: IPPAR

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Figueiredo 2004

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login