Povoado do Castelo Velho de Freixo de Numão

IPA.00020584
Portugal, Guarda, Vila Nova de Foz Côa, Freixo de Numão
 
Aglomerado proto-urbano. Povoado da Idade do Bronze com primeira ocupação do Calcolítico. Povoado fortificado composto por uma muralha exterior com várias estruturas circulares e semicirculares no seu interior. Implantado no alto de um esporão de xisto, aproveitando as condições naturais de defesa, é actualmente considerado um dos mais importantes povoados do Noroeste Peninsular. É caracterizado pela formalização de espaços autónomos, bem destacados na paisagem, que revelam actividades de natureza marcadamente social.
Número IPA Antigo: PT010914060174
 
Registo visualizado 751 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Povoado  Povoado da Época do Bronze  Povoado fortificado  

Descrição

No limite do esporão ergue-se um recinto construído em alvenaria de xisto, consolidada com argila, possuindo diversas aberturas e algumas pequenas estruturas de planta semicircular associadas de forma aparentemente aleatória. No interior encontra-se uma plataforma circular de várias e pequenas estruturas pétreas. Pelo exterior o recinto era rodeado de muretes e rampas em argila e xisto que aproveitam os afloramentos rochosos *1.

Acessos

Saída Vila Nova de Foz Côa, direcção Guarda, pela EN 102. Ao km. 3 virar à direita, na direcção Peso da Régua, pela EN 222, até à localidade de Freixo de Numão; existe sinalização indicativa na EN. WGS84 (graus decimais) lat.: 41.072387º, long.: -7.191814º

Protecção

Categoria: SIP - Sítio de Interesse Público, Portaria n.º 219/2010, DR, 2ª série,. nº 55 de 19 março 2010 / ZEP, Declaração de Retificação n.º 734/2010 à Portaria n.º 219/2010, DR, 2.ª série, n.º 73, de 15 abril 2010

Enquadramento

Implantado estrategicamente, sobre uma colina alongada orientada a E., sobranceira ao vale da Veiga que prolonga para sul a falha geológica do Vale da Vilariça, o Castelo Velho domina uma vasta paisagem em que se destaca o Monte de São Gabriel e, em plano de fundo, a Meseta e a Serra da Marofa. Em todas as direcções com excepção para N. e NO., a colina apresenta boas condições naturais de defesa.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

DRCNorte, Portaria n.º 829/2009, DR, 2.ª série, n.º 163 de 24 agosto 2009

Época Construção

Idade do Bronze

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Calcolítico, 3.º milénio a.c. - primeira ocupação do local, até à Idade do Bronze; datam deste período as estruturas mais antigas, seguido de uma fase de construção importante, que sobretudo se verifica nos meados desse milénio, correspondendo ao conjunto das edificações com recintos, plataformas, taludes e rampas; 1300/1200 a.c. - o monumento teria sido reduzido à sua base pétrea (intencional e ritualmente) e abandonado, pelo menos na sua significação anterior; 1987 - plantação de eucaliptos no local, recolhas de superfície e sondagem por A. N. Sá Coixão; 1989 - escavações no local por Susana Oliveira Jorge *2; séc. 20, década de 90 - doação do castelo ao IPPAR, pela CELBI (STORA); 1998, 28 Setembro - despacho de abertura do processo de classificação, por proposta de Susana Oliveira Jorge; 2004 - continuação das escavações arqueológicas, consolidação de estruturas, musealização e construção de um centro de recepção e interpretação; 2007 - abertura do sítio arqueológico ao público; 2010, 19 de Março - classificado como monumento de interesse público (MIP) através da portaria nº 219/2010, publicada no Diário da República, 2ª série, nº 55; 15 de Abril - através da rectificação nº 734/2010, publicada no Diário da República, 2ª série, nº 73, é classificado como sítio de interesse público (SIP).

Dados Técnicos

Materiais

Terra, argila e xisto

Bibliografia

COIXÃO, António do Nascimento Sá, Carta Arqueológica do Concelho de Vila Nova de Foz Côa, 2ª edição da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, 2000; JORGE, Susana Oliveira, Castelo Velho de Freixo de Numão, Guia, IGESPAR, I.P., 2007; JORGE, Susana Oliveira, O monumento pré-histórico do Castelo Velho de Freixo de Numão, in, O Circuito Arqueológico de Freixo de Numão, Guia do Visitante, Ed. A.C.D.R. de Freixo de Numão, 2005; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/323273 [consultado em 20 dezembro 2016].

Documentação Gráfica

IGESPAR

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; IGESPAR

Documentação Administrativa

IGESPAR

Intervenção Realizada

IPPAR: 2004 - consolidação de estruturas; escavações arqueológicase construção de um posto de recepção e interpretação, com projecto dos arquitectos Alexandre Alves Costa e Sérgio Fernandez.

Observações

*1 Este monumento tratava-se na antiguidade de um centro comunitário de referência identitária para as populações agro-pastoris que habitavam em torno, provavelmente em pequenos lugarejos espalhados pelos vales. Aí podia viver uma elite encarregada da manutenção do lugar, da mobilização de mão-de-obra para tal necessária, e da organização de reuniões festivas cíclicas, com a sua mistura característica de profano e de ritual. *2 - O espólio desta estação arqueológica é constituído por milhares de fragmentos cerâmicos, alguns artefactos em cobre e outros em pedra (polida e lascada), fragmento de fita em ouro, centenas de pesos de tear, em cerâmica, mós manuais moventes e dormentes. Este espólio pode ser visitado no Museu de Freixo de Numão, instalado na Casa Grande (v. PT010914060012).

Autor e Data

Ana Filipe 2007

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login