Fontanário da Rua Andrade Corvo

IPA.00001950
Portugal, Braga, Braga, União das freguesias de Braga (Maximinos, Sé e Cividade)
 
Arquitectura infraestrutural, barroca. Chafariz barroco de espaldar, de grande largura, com três módulos de chafarizes dispostos espaçadamente, sendo o central avançado e decorativamente mais rico, encimado por frontão curvo, interrompido por brasão e rematado por cruz sobre esfera. Tanque de forma irregular, com linhas curvas e rectas.
Número IPA Antigo: PT010303520085
 
Registo visualizado 143 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Hidráulica de elevação, extração e distribuição  Chafariz / Fonte  Chafariz / Fonte  Tipo espaldar

Descrição

Chafariz com espaldar de grande largura, percorrido por embasamento e moldura recta superior, tendo três grupos escultóricos dispostos espaçadamenente. O central mais rico, é delimitado por pilastras rematadas por urnas e possui avançado corpo com quatro pilastras, de capitel em forma de lótus, encimadas por frontão curvo interrompido por brasão do Arcebispo - Príncipe Dom José de Bragança ladeado por volutas e sobrepujado pelo chapéu arcebispal. O corpo é rematado em aletas sobrepostas e cruz sobre esfera. As pilastras centrais ladeiam dois golfinhos entrelaçados sobre conchas que se ligam às borlas do brasão do Arcebispo. Entre estas pilastras e as laterais definem-se molduras côncavas gravadas com "ANNO", na esquerda, e "D 1742", na direita. Fronteiro, tanque de formas curvas e rectas. Os grupos escultóricos laterais, mais singelos, têm embasamento avançado, encimado por base e corpo à face do espaldar, sensivelmente côncavo, decorado com festões e molduras, sendo rematado superiormente por urna. Já não tem as taças e bicas de água e fronteiro ao embasamento têm banco de pedra.

Acessos

Rua Andrade Corvo

Protecção

Enquadramento

Urbano, isolado, num largo definido por muro de propriedade e prédios, no lado esquerdo da Rua Andrade Corvo, num amplo terreno relvado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Hidráulica: chafariz

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1742 - Data gravada em cartela, correspondendo à construção, junto ao Solar de Infias; Séc. 20 - Transladação para o local actual.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante, de cantaria com aparelho isódomo.

Materiais

Estrutura de granito.

Bibliografia

MENDES, Fernando, Guia de Braga Turístico e Histórico, Braga, 1993, p. 94.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Este chafariz foi transladado de junto do Solar de Infías, onde servia a população.

Autor e Data

João Santos / António Dinis 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login