Pelourinho de Fronteira

IPA.00001838
Portugal, Portalegre, Fronteira, Fronteira
 
Arquitectura político-administrativa e judicial, quinhentista. Pelourinho de pinha semiesférica, com soco quadrangular de três degraus, de onde evolui base manuelina e fuste octogonal, cortado por anel, sendo a zona superior torsa com pequenos colunelos e faixas alternadas. Possui capitel duplo, ornado por esferas e remate em pinha semiesférica. É fruto da reconstrução revivalista ocorrida em meados do séc. 20, altura em que lhe são feitos o anel do fuste, o remate em pinha e o soco não obedecendo à sua primitiva feição (que nos é dado a conhecer pela descrição constante no Livro do Tombo do Concelho). De origem, possuia ferros com argolas pendentes e era rematado por uma cruz. Semelhante aos pelourinhos de Castelo-Novo e Arraiolos.
Número IPA Antigo: PT041208020003
 
Registo visualizado 160 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição de ordem militar  Tipo pinha

Descrição

Estrutura em cantaria de mármore, composta por soco quadrangular de três degraus, de alvenaria rebocada, pavimentados com placas de mármore. Coluna com base oitavada constituída por plinto, toro, escócia, toro, escócia sensivelmente da mesma altura que o plinto e bocelão circular, que sustentam um fuste de duas peças, sendo a inferior lisa e oitavada e a superior espiralada. A meio do fuste, nó de dois anéis entrefaixados, capitel de coxim duplo oitavado, sendo cada uma das faces côncava e ornada de uma bola, e apresentando dois escudos. A N., as armas reais e a E. as da comenda de São Bento de Avis. Sobre o coxim duplo, ábaco de molduras múltiplas, facetado e rematado por pinha torsa terminando num anel em corda coroado por pequeno coruchéu. Altura da coluna: c. de 6 m.

Acessos

Largo do Município. WGS84 (graus decimais) lat.: 39,056810, long.: -7,647716

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano, isolado, em pleno centro histórico, na praça principal da povoação na qual se encontram o edifício dos Paços Municipais (v. PT041208020019), a Torre do Relógio (v. PT041208020017) e a Capela do Arco dos Santos (v. PT041208020018); é delimitado por área circular calcetada.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1226 - provável fundação da vila velha, por D. Fernando Rodrigues Monteiro, 4.º Mestre de Avis; 1290 - segundo alguns autores, terá sido fundada nesta data por D. Dinis, sendo possível que tenha ocorrido a fundação da vila nova; 1512, 01 Junho - concessão de foral por D. Manuel I; provável construção do pelourinho; 1758 - nas Memórias Paroquiais é referido que a povoação, com 561 vizinhos, pertencia à Comarca e Comenda de Avis, de que era donatário o Marquês da Fronteira; tem juiz de fora e Câmara; 1865 - apeado por decisão da Câmara, os seus elementos foram guardados por um particular; 1930 / 1940 - reconstruído seguindo a descrição que consta no Livro do Tombo dos Bens do Concelho de Fronteira sendo substituido o anel do fuste.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Base em alvenaria rebocada; estrutura em cantaria de mármore; revestimento da base em palcas de mármore.

Bibliografia

CHAVES, Luís, Os Pelourinhos. Elementos para o seu catálogo geral, Lisboa, 1938; KEIL, Luís, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Portalegre, Lisboa, 1940; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 16, n.º 199, fl. 1215-1226)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Rosário Gordalina 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login