Pelourinho de Ansião

IPA.00001818
Portugal, Leiria, Ansião, Ansião
 
Pelourinho seiscentista, de bloco prismático, composto por soco octogonal de três degraus, de onde evolui a coluna, com o fuste cingido a meio por anel, com remate em elemento paralelepipédico emoldurado e ornado por elementos heráldicos, rematado por coruchéu. Destaca-se o facto da coluna estar seccionada, com a zona inferior octogonal e a superior circular. Possui as armas do senhor da povoação, o Conde da Ericeira e relata os feitos deste na Batalha do Ameixial. Remate em florão. As bolas esféricas do embasamento colocadas no séc. 19 dão-lhe um carácter original.
Número IPA Antigo: PT021003020001
 
Registo visualizado 243 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo bloco

Descrição

Estrutura em cantaria de calcário, composta por soco de dois degraus octogonais, sobre o qual assentam oito esferas, que sustentam a base do pelourinho, também de oito lados. Sobre ele apoia-se a coluna, de secção octogonal no terço inferior, sobre base tripartida e emoldurada, separado da parte superior cilíndrica por anelete de oito lados. Na parte superior do fuste sobressai molduramento rectangular cartelado com a inscrição. O remate é composto por bloco prismático onde está inserido a pedra de armas do Conde da Ericeira, encimado por uma coroa, terminando com coruchéu encimado por florão cónico.

Acessos

Largo do Pelourinho. WGS84 (graus decimais) lat.: 39,912672, long.: -8,435617

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933 / ZEP, Portaria, DG, 2.ª série, n.º 46 de 24 fevereiro 1958

Enquadramento

Urbano, isolado, implantado num pequeno recinto formado pela bifurcação de duas ruas *1.

Descrição Complementar

INSCRIÇÃO: "MERCEDE CO PARATA MERI TIS. OB. INCLI TA BELLO. ET. PA CE GESTA. AB LVDVVICO. M NESIO. COMI TE. ERICEIRAE."

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 17 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1465, 02 Janeiro - certidão de D. João II a conceder a Ansião o título de mordomado pelo foral de Coimbra; 1514, 04 Julho - recebe foral novo, outorgado por D. Manuel I; 1663 - D. Afonso VI elevou-a a vila, fazendo dela mercê ao 3º Conde da Ericeira, D. Luís de Menezes; 1686 - edificação do pelourinho; 1708 - a povoação, com 130 vizinhos, pertence ao Conde da Ericeira; tem juiz ordinário, que também exerce o cargo de juiz dos órfãos, com seu escrivão, procurador do concelho, vereadores, escrivão da câmara, tabelião; 1758 - ns Memórias Paroquiais, é referido que a povoação tem 175 fogos, com câmara, juizes ordinários, vereadores, escrivães, procurador e almotacés; séc. 19 - substituição de um degrau deteriorado pelas oito bolas esféricas.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de calcário.

Bibliografia

ALMEIDA, José António Ferreira de, Tesouros Artísticos de Portugal, Lisboa, 1980; CHAVES, Luís, Pelourinhos, Lisboa,, Ed. José Fernandes Junior, 1938; COSTA, António Carvalho da (Padre), Corografia Portugueza…, vol. II, Lisboa, Valentim da Costa Deslandes, 1708; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997; SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal, Vol. V, Lisboa, 1955; SOUSA, Júlio Rocha e, Pelourinhos do Distrito de Leiria, Viseu, 2000; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/72954 [consultado em 2 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID; DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 42, n.º 19, fl. 9)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

*1 - não se encontra no local primitivo, estava localizado na praça defronte à residência brasonada do Conde da Ericeira.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login