Capela de Santo Antão

IPA.00001801
Portugal, Leiria, Óbidos, Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa
 
Capela quatrocentista (capela-mor) setecentista e oitocentista (nave).
Número IPA Antigo: PT031012050015
 
Registo visualizado 357 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta longitudinal orientada composta por nave única e capela-mor. Alpendrada adossada à fachada S.; anexos a N. Massas dispostas na horizontalidade. Cobertura diferenciada em telhado de 2 águas, de aba corrida sobre a alpendrada. Frontespício em empena angular interrompida coroado por cruz trevada, fachada saliente enquadrada porpilastras de embasamento proeminente rematadas por pináculos; portal recto sobrepujado por óculo circular. Fachada S.: alpendrada de 2 vãos rectos sobre parapeito corrido, tendo no interior escada de um lance de acesso ao coro-alto e porta de verga em asa de cesto que acede à nave; corpo saliente da sacristia, em empena recta, aberto por janelo horizontal. Fachada E.: ressalto mural em empena angular sobrepujado por cruz latina; chaminé lateral; alçado que permite ver a perspectiva a ritmo crescente dos telhados do templo. Fachada N.: ressalto dos diferentes corpos: sacristia com porta recta; capela-mor aberta por janela de vão curvo; contraforte; anexo adossado à nave rasgado por janela quadrangular. INTERIOR: coro-alto de balaustrada assente em 2 colunas abre para a única nave de pavimento de madeira e cobertura em tecto de madeira disposto em três planos; púlpito de base quadrangular ao qual se tem acesso por um lance de escadas; revestimento a meia altura de azulejos azuis e brancos representando cenas da vida do padroeiro. Arco triunfal pleno ladeado por 2 altares. Capela-mor de pavimento em tijoleira com lápide sepulcral junto ao altar; cobertura em abóbada de barreta de clérigo em planta rectangular, com os atributos do santo (báculo, campainha, livro) pintados em cartela relevada com 2 anjos nas extremidades; revestimento azulejar azul e branco; retábulo de colunas clássicas com painéis atribuídos a Belchior de Matos.

Acessos

A N.O. de Óbidos

Protecção

Enquadramento

Rural. Muito isolado. Situa-se no cimo de um amplo cabeço com cerca de 80 m. de altura; envolvido por frondosas matas

Descrição Complementar

No retábulo representam-se as seguintes figuras: no tímpano São Francisco de Assis e Santo António ladeando uma Anunciação; no corpo central: Santo Antão pregando e Santo Antão e São Paulo eremita; nas predelas: São João Evangelista, Santo Amaro e Santo Antão, São jerónimo e São Brás, e São João Baptista. Ao centro deste conjunto a seguinte inscrição: HOC EST ENI(M) CORPUS MEV(M) HIC EST ENIM CALIX SANGVINIS MEI NOVI ET AETERNI TESTAMENTI MYSTERIVM FIDEI QVI PRO FOBIS ET PRO MULTIS EFFVNDENTVR IN REMISSIONEM PECCATORVM.

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: Igreja Católica

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 14 / 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Pintor: Belchior de Matos

Cronologia

1386 - Antão Vaz Moniz, homem fidalgo e natural da vila, cavaleiro de D. João I, funda a capela em cumprimento da promessa que fizera se o Mestre de Avis ficasse vitorioso em Aljubarrota, como tal sucedeu, o fidalgo recolheu-se no templo onde morreu e foi sepultado; Séc. 15 - escultura de Santo Antão (velha) esculpida, segundo a tradição, na rocha; 1515 - reforma da capela. Levam-se para a sacristia os santos que estavam nela (Santo Antão, São Gregório, São Sebastião); Séc. 17 - reformações várias. Retábulo atribuído a Belchior de Matos; escultura de Santo Antão (novo); Séc. 18 - revestimento azulejar. Retábulo repintado; 1828 - assoalhamento da capela, retábulos doirados e imagens encarnadas, reparação de telhados e muros.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes (nave) e estrutura mista (capela-mor)

Materiais

Estruturas de alvenaria e cantaria. Cobertura a telha. Revestimento de reboco a cal, azulejos. Pavimento em madeira e tijoleira

Bibliografia

TRINDADE, João, Memórias Históricas e Diferentes Apontamentos Àcerca das Antiguidades de Óbidos, (leitura apresentação e notas) Óbidos, 1985; BAPTISTA, Alberto Vieira, O Santo Antão de Óbidos, em Revista de Guimarães, vol. XCVII - XCVIII, BOTELHO, Joaquim da Silveira, Óbidos - Vila Museu, in Gazeta das Caldas: Descobrir Óbidos - Encontro com Santo Antão e Santo António, 09/02/96; MARTINS, Maximino Alves, O Santo Antão em Óbidos, in Descobrir Óbidos: Encontro com Santo Antão e Santo António, 20/01/96; GORJÃO, Sérgio, Santo António em Óbidos, introdução a um estudo de iconografia, Óbidos, 1996

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Santo Antão (Óbidos) encontra-se no centro de uma vasta região agro-pecuária. Perde-se no desenrolar dos tempos a época a que remontam as romarias dos devotos que em Janeiro cumprem as promessas feitas ao Santo, atento defensor do gado, fazendo nesse dia entrega de cera, azeite e linguiças ao Santo. As oferendas são vendidas, revertendo parte do produto a favor da conservação do templo.

Autor e Data

Lurdes Perdigão 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login