Pelourinho de Monte Real

IPA.00001781
Portugal, Leiria, Leiria, União das freguesias de Monte Real e Carvide
 
Pelourinho quinhentista, de pinha campaniforme, com soco circular de três degraus, com fuste circular sobre base paralelepipédica, onde surge elemento heráldico. Remate em pináculo. Tem escudo português, com o remate apresenta um furo central que deve ter servido à colocação de qualquer grimpa metálica.
Número IPA Antigo: PT021009160003
 
Registo visualizado 356 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo pinha

Descrição

Estrutura construída em calcário, composta por soco circular de três degraus sobre a qual assenta a coluna de base quadrada, fuste cilíndrico e remate em pináculo campaniforme. No cimo o escudo nacional e a data de 1573.

Acessos

Rua do Pelourinho da Vila. VWGS84 (graus decimais) lat.: 39.849970; long.: -8.857198

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Em frente à antiga Casa da Câmara (v. PT021009160010), ao lado da estrada de acesso à vila antiga de Monte Real e aos Paços.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1158 - concessão de foral por D. Afonso Henriques; 1217 - confirmação do foral por D. Afonso II; 1292 - elevada a vila por D. Dinis, tendo-lhe concedido então foral; séc. 16 - concessão da povoação aos Marqueses de Vila Real; 1573 - data de construção, segundo inscrição no pelourinho; 1578 - confirmação dos privilégios da povoação por D. Sebastião; 1641 - após a confiscação dos bens da Casa de Vila Real, a povoação entra nos bens da Coroa; 1758 - nas Memórias Paroquiais é referido que a povoação, com 130 vizinhos, é do Infante D. Pedro; tem juiz ordinário e câmara, cujos oficiais obedecem ao corregedor da Comarca de Leiria; 1823 - extinção do concelho.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutural em cantaria de calcário.

Bibliografia

ALMEIDA, António, Tesouros Artísticos de Portugal, Lisboa, 1967; ALVES, Olímpio Duarte Alves, Monte Real no passaddo e no presente, Leiria, 1955; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 24, n.º 203, fl. 1521-1530)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Isabel Mendonça 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login