Padrão Seiscentista de Ansião

IPA.00001779
Portugal, Leiria, Ansião, Ansião
 
Arquitectura comemorativa, seiscentista. Padrão comemorativo de acontecimento histórico.
Número IPA Antigo: PT021003020005
 
Registo visualizado 82 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Comemorativo  Monumento comemorativo  Monumento comemorativo  Tipo padrão

Descrição

Volume prismático de base rectangular, dividido em três registos. Acima do pedestal, dois corpos, o inferior de blocos sobrepostos e o superior rematado lateralmente por pilastras molduradas com capitéis toscanos e superiormente por entablamento, sobrepujado por frontão contracurvado com pirâmide no topo. Lápide com inscrição na face voltada para a estrada, a meio do corpo superior, alusiva à vitória do Conde da Ericeira na Batalha do Ameixial, em 8 de Junho de 1663.

Acessos

Localizado à entrada da vila de Ansião, na zona chamada "Fundo da Rua", Rua Dr. Adriano Rego

Protecção

Em estudo

Enquadramento

Urbano. Isolado no meio de zona ajardinada envolvente, criada para sua protecção. Ao fundo prédio de três andares.

Descrição Complementar

INSCRIÇÃO: IN PERPETVAM REI MEMORIAM / D. LVDOVICO MENESIO COMITI ERICEIRAE RE GIS PETRI II ACONSILIO STATUS ET FISCO PRAEPOSITO IN TRANSTAGANA PROVINCIA MAXIMO TORMENTORVM PRAEFECTO IN TRANSMONTANA PRAETORI PRO VICTO CA NALENSI PRAELIO IOANNE AVSTRIACO EBO RAQVE RECCVPERATA HOC ILLI OPPIDVM CVM IV RISDITIONE CONCESSV AVCTVSQVE FVUIT TALIIS PRAEMIIS ET HONORIBVS QVOD XVIII ANNOS BELLO IMPENDIT QVINQVE PRAELIIS ET PLV RIMIS VRBIVM OBSEDIONIBVS INTER FVIT AD ETVSQVE EST GLORIAM MILITAREM ET POSTQVAM FVIT PACEM VTATVM MAXI MA EIVS MVNIA COM LAVDE EXERCVIT. IDEO ANSIANENSIS SENATVS HOC ERI GI MVNVMENTVM CVRAVIT. / ANNO DOMINI M DC LXXXVI. Transcrição: PARA PERPÉTUA MEMÓRIA / A Dom Luís de Meneses, Conde da Ericeira, Conselheiro de Estado d’El Rei Dom Pedro II E Intendente do Fisco, Supremo General de Artilharia na Província do Alentejo, Governador da Província de Trás-os-Montes em substituição de Dom João de Áustria, vencido na batalha do Canal. E após a recuperação da cidade de Évora, esta, pela jurisdição que lhe foi concedida, o cumulou de tais prémios e honras, por durante 18 anos se haver dedicado à guerra, por ter travado 5 batalhas e ter participado em tantos outros cercos à cidade, obtendo glória militar e, alcançada a paz, exerceu os maiores cargos com louvor. Por isso o senado de Ansião tratou de lhe mandar erigir este monumento. / No Ano do Senhor de 1686 . (http://www.cm-ansiao.pt/turismo/patrimonio_civil_2.asp).

Utilização Inicial

Comemorativa: monumento comemorativo

Utilização Actual

Comemorativa: monumento comemorativo

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1686 - o Senado do Município de Ansião manda construir o padrão em honra de D. Luís de Menezes, 3º Conde das Ericeira e senhor da vila, em reconhecimento dos seus feitos na batalha do Ameixial (segundo inscrição no padrão); 1980, 28 outubro - Despacho de homologação da classificação como Imóvel de Interesse Público; 2011, 04 outubro - Despacho do diretor do IGESPAR, a considerar o procedimento Em estudo, por não existir comprovativo do Despacho de homologação de 1980.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante.

Materiais

Cantaria

Bibliografia

SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal, Vol. V, Lisboa, 1955; Tesouros Artísticos de Portugal, Selecções do Reader's Digest, Lisboa, 1976.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Isabel Mendonça 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login