Pelourinho de Alvaiázere (desaparecido)

IPA.00001773
Portugal, Leiria, Alvaiázere, Alvaiázere
 
Arquitectura político-administrativa e judicial. Pelourinho.
Número IPA Antigo: PT021002020001
 
Registo visualizado 135 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição não determinada  

Descrição

O pelourinho foi demolido.

Acessos

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Demolido

Propriedade

Afectação

Época Construção

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1200 - Alvaiázere foi fundada, ou reedificada por D. Sancho I; 1306 - D. Diniz dá aos Templários o Paroado da 'villa'; 1388 - D. João I elevou Alvaiázere à categoria de 'villa', dando-lhe foral; 1986 - uma nota da Câmara Municipal de Alvaiázere refere que "o Pelourinho foi destruído há cerca de 35 anos", estando os seus fragmentos numa construção em Pussos (MALAFAIA, 1997).

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, Lisboa, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

O pelourinho já não existe. Os seus fragmentos foram utilizados numa construção, entretanto demolida.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login