Torre de D. Pedro Pitões / Torre da Cidade

IPA.00016809
Portugal, Porto, Porto, União das freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória
 
Casa nobre medieval, do tipo torre, totalmente reconstruída no séc. 20, numa linguagem revivalista neogótica, nomeadamente visível na porta ogival de acesso e nas varandas de pedra. É desconhecida a sua utilização inicial, mas alguns autores admitem que seria residência de um burguês abastado.
Número IPA Antigo: PT011312140249
 
Registo visualizado 994 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  Tipo torre

Descrição

Planta composta pelo adossamento de dois volumes quadrados, o E. de dois pisos e o O. de três pisos. Volumes articulados de dominante vertical, com coberturas diferenciadas em telhado de quatro águas no volume de três pisos e de três águas. Fachadas em aparelho pseudo-isódomo de granito, com embasamento escalonado, e remate em ameias com merlões de ponta triangular no volume de três pisos e em cornija em quarto de círculo sob beiral no de dois pisos. A fachada principal, a S., apresenta no volume mais baixo porta de acesso em arco quebrado sobreposta por duas janelas geminadas em arco trilobado com vértice quebrado, e no volume de três pisos janela de dois lóbulos e verga recta ao nível do segundo piso e janela de arco quebrado ao nível do terceiro piso. Fachada O. com três frestas de arco pleno no primeiro piso, uma idêntica no segundo e balcão rectangular apoiado em três modilhões trilobados, servido por porta em arco quebrado no terceiro. A fachada N. apresenta janela em arco quebrado e fresta em arco perfeito no primeiro piso, duas frestas em arco perfeito no segundo e balcão semelhante ao da fachada O. no terceiro. Fachada E. com fresta em arco perfeito no primeiro piso do volume mais baixo e janela de arco quebrado no terceiro piso do volume mais alto. No INTERIOR apresenta pavimento em lajes de granito no piso térreo e em madeira nos restantes. As paredes surgem ou em aparelho à vista ou rebocadas e pintadas de branco. Tectos rebocados e estucados no piso térreo e segundo piso e em caixotões de madeira no terceiro. A ligação entre os dois volumes, no piso térreo é feita por porta em arco quebrado e no segundo piso por porta angular truncada. No volume mais alto, todos os pisos são percorridos por pilar central em granito, de secção quadrada e escalonado. O acesso entre o piso térreo e o segundo piso é feito por escada em pedra de dois lanços, adossada ao muro O, e entre o segundo e terceiro pisos por escada em ferro adossada ao muro N..

Acessos

Largo D. Pedro V, Rua de São Sebastião

Protecção

Incluído no Centro Histórico da Cidade do Porto (v. PT011312140163) e na Zona Histórica da Cidade do Porto (v. PT011312070086); incluído na Zona de Protecção da Sé do Porto (v. PT011312140001) e do Paço Episcopal do Porto (v. PT011312140007)

Enquadramento

Urbano, isolado, implantado em declive. A fachada principal está voltada ao Lg. D. Pedro V, lateralmente à rampa de acesso ao Terreiro da Sé. Perpendicularmente à fachada N. da torre e ao edifício de habitação do outro lado da rua adossa-se o Arco de São Sebastião, constituído por dois arcos de volta perfeita e coluna central. Na envolvente N. e O. apresentam-se edifícios de habitação e comércio de três e quatro pisos e a E. o conjunto da Sé Catedral e do Paço Episcopal.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Comercial e turística: posto de turismo

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Época medieval / Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETOS: Manuel Magalhães (1997); Rogério de Azevedo (1940).

Cronologia

1940 - Descoberta da torre no Largo do Açougue, durante as demolições do casario circundante à Sé do Porto, tendo sido totalmente reconstruída perto do sítio original; 1940 / 1960 - esteve aí instalado o Gabinete de História da Cidade, pelo que este edifício era conhecido por Torre da Cidade; 1974 - instalação do Centro Cultural e Social da Sé; 1997 - reabilitação da torre sob projecto do Arquitecto Manuel Magalhães no âmbito do Projecto Piloto Urbano do Bairro da Sé; 1998 - instalação do posto de turismo, Porto Tours, mediante protocolo entre a Associação de Turismo do Porto e a Câmara Municipal do Porto

Dados Técnicos

Paredes autoportantes com pilar interior central e estrutura da cobertura em madeira

Materiais

Estrutura de granito, coberturas interiores em estuque pintado, escadas em ferro fundido, zinco, cobertura em telha cerâmica, laje mista de ferro e betão, cobertura interior em madeira de castanho.

Bibliografia

Câmara Municipal do Porto, Porto a Património Mundial, Processo de Candidatura da Cidade do Porto à classificação pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade - 1993, Porto, 1993.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/SIPA

Documentação Administrativa

Arquivo do ex-CRUARB, actual Gabinete de Projectos da Câmara Municipal do Porto: Projecto Piloto Urbano do Bairro da Sé

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

David Ferreira 2004

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login