Casa do Fundo da Vila

IPA.00001629
Portugal, Coimbra, Lousã, União das freguesias de Lousã e Vilarinho
 
Casa nobre barroca. Simples construção de província, destacando-se algum movimento na fachada pelo modo como os edifícios se dispõem numa ligeira curvatura, aliada à qualidade do trabalho escultórico decorativo.
Número IPA Antigo: PT020607030011
 
Registo visualizado 114 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre    

Descrição

Planta simples regular, com leve inflexão em crescente. Massas simples, dispostas horizontalmente, coberturas homogéneas em telhado de duas águas, ligeiramente sobrelevado sobre o portal principal. Embasamento ligeiramente saliente permitindo o rasgamento de um portal central. Fachada com um único pano, limitado nos cunhais do edifício por pilastras ligeiramente salientes. Cobertura homogénea em telhado de duas águas, com beiral saliente, apresentando duas águas furtadas de pequena escala. Ao lado deste corpo central, surge a N. outra construção mais baixa, de planta simples longitudinal, na qual se rasga um portal grande de verga curva acompanhada pelo remate do telhado e pelo beiral. A fachada principal desta casa é constituída por um pano único, marcando apenas em altura, a existência de pisos, pelo lançamento da fenestração. Apresenta sete frestas retangulares horizontais no primeiro registo, ficando três a N. e as restantes a S. do Portal. No segundo nove janelas de guilhotina, quatro a N. e cinco a S. do portal, de boa proporção e bem emolduradas na cabeceira, verga e no avental com motivos decorativos de concheado. Ao centro da fachada rasga-se o portal com frontão curvo saliente, acima do qual se inscreve um brasão esquartelado encimado por elmo frontal fechado, e paquife de folhagem. O portal permite acesso a um átrio coberto com telhado de madeira, de planta quadrangular, abrindo-se no canto N. uma escada adossada à parede de fundo, que conduz à porta de acesso à habitação*1.

Acessos

Rua do Comércio, n.º 109

Protecção

Categoria: IM - Interesse Municipal, Decreto nº 129/77, DG, 1ª série, n.º 226 de 29 de setembro 1977

Enquadramento

Urbano. Integrada na zona histórica, envolvida por construções dissonantes.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Residencial: casa nobre

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 18, meados - construção.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes.

Materiais

Pedra e alvenaria de pedra, madeira, telha, vidro, ferro.

Bibliografia

SAMPAIO, A. P. Forjaz de, Memórias do Bussaco, seguidas de uma viagem à Serra da Louza, Porto, 1864; SAMPAIO, A. P. Forjaz de, Uma Viagem à Serra da Louza, Lousã, 1938; ARANHA, P. W. de Brito, Memórias Histórico Estatísticas de algumas Villas e Povoações de Portugal, 1871; MEXIA, Fernando C. P. de C. de Magalhães, Vila da Louza, Lousã, 1938; MASCARENHAS, Carlos de S. B. P., José Amaud Almeida, Serra da Lousã e a sua descendência, Coimbra, 1927; GONÇALVES, A. Nogueira, Casas Nobres do Séc. XVIII, Lousã, 1950; LEMOS, Álvaro Viana, A Lousã e o seu Concelho, Lousã, 1950; GONÇALVES, Nogueira, A., CORREIA, Virgílio, Inventário Artístico de Portugal, Lisboa, 1953; DIAS, Pedro, REBELO, Fernando, Lousã a Terra e suas gentes, Lousã, 1985; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/71079 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1991 - Arranjo do telhado, com substituição das ripas e telhas.

Observações

*1 - Os proprietários estavam ausentes pelo que não foi possível ter acesso ao interior. *2 - As casas antigas do Concelho da Lousâ são quase todas de Séc. XVIII e constituem um núcleo de evolução regional de modelos rurais muito intereressante. Esta casa fez parte do vínculo instituído pelos padres João e Manuel Lopes Serra e irmã Dona Joana Lopes Serra a favor do seu sobrinho Manuel Lopes Caetano Cortês Serra. Este foi capitão-mor da vila da Lousã e faleceu sem descendência passando o vínculo para os primos José de Magalhães Mexia e Macedo e esposa, sempre se mantendo na família.

Autor e Data

Margarida Alçada 1984 / João Cravo 1994 / Maria Bonina / Femando Grilo 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login