Igreja Paroquial de Cortegaça / Igreja de Santa Marinha / Jazigos do Cemitério Velho

IPA.00015637
Portugal, Aveiro, Ovar, Cortegaça
 
Igreja paroquial eclética com fachada principal harmónica e nave de planta longitudinal, capela-mor, capelas e sacristias laterais simétricas Alçados com embasamento, pilastras sobre os cunhais, vãos moldurados, cimalhas de friso e cornija, pináculos nos ângulos. Fachada principal de portal único encimado por sacada no coro. Tecto de abóbada estucada exibindo registos com pintura mural. Retábulos e sanefas de madeira pintada a marmoreados e ouro. Edifício de vasta dimensão e altura com os diversos corpos de capelas, sacristias, torres e escadas dispostos segundo um plano de simetria. Fachada principal com sacada no coro, encimando a porta, inserida em pórtico, três esculturas coroando os lanços do frontão, e todos os claros revestidos por azulejos monocromáticos em azul com figurações em reservas. Duas capelas laterais salientes exibindo rosácea na empena.
Número IPA Antigo: PT020115020039
 
Registo visualizado 801 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal composta por volumes diferenciados em nave e capela-mor aos lados das quais adossam-se duas capelas e duas sacristias simétricas, com coberturas diferenciadas em telhados de 1 e 2 águas. No flanqueamento da fachada principal, duas torres sineiras, quadrangulares com cobertura piramidal. Fachada principal orientada a O., embasamento, pilastras, cimalha de friso e cornija e frontão de lanços. As torres exibem dois registos sendo o inferior integrado na composição geral da fachada com idênticas pilastras nos ângulos e dando continuidade à linha da cimalha que aqui separa do registo superior; este tem ligeiro recuo com pilastras nos ângulos sobrepostos por pináculos de bola e cobertura com coruchéu piramidal coroado por cruz de ferro. Portal único, rectangular moldurado, encimado no coro por sacada de bacia suportada por duas mísulas, guarda de balaustrada, vão de arco pleno inserido em pórtico com pares de coluna e pilastra aos lados encimados por duas urnas que suportam cornija em ângulo; empena da fachada limitada superiormente por linha de cornija exibindo no vértice e em cada um dos arranques três esculturas: Santa Marinha, ao centro, São Miguel à direita, e São Martinho à esquerda. No registo inferior de cada uma das torres postigo rectangular moldurado encimado por óculo quadrilobado; no registo superior, relógio circular encimado por ventana de arco pleno. Todos os claros da fachada são revestidos por azulejos monocromáticos em azul com figurações de Sãp Pedro, São Paulo, São João Bosco, São Francisco, Coração de Jesus e Coração de Maria. Fachadas laterais com corpos baixos das capelas e das sacristias adossados ao último terço da nave e a todo o comprimento da capela-mor; embasamento, cunhais com pilastras sobrepostos por pináculos piramidais, cimalha de friso e cornija, cruz nos vértices das empenas. Duas janelas molduradas de arco abatido sobre a linha média na nave, ladeando o corpo da capela lateral, e outras duas na capela-mor, imediatamente acima do encosto do telhado da sacristia. Duas portas travessas opostas na nave; corpos das sacristias com porta e janelas em vãos simplesmente moldurados; corpos das capelas com empena de friso e cornija no interior da qual insere-se pequena rosácea; no ângulo entre a torre e a nave tem escada de patamar alto alpendrado. Alçado posterior mostrando nas paredes dos corpos das sacristias, portas rectangulares de cornija ligeiramente saliente e cimalhas com capeamento em movimento ondulado; na capela-mor tem dois postigos rectangulares moldurados. INTERIOR: guarda vento de madeira entre duas colunas que suportam o coro-alto com guarda de balaustrada de madeira. Dois púlpitos fronteiros colocados entre as duas janelas da nave, bacia de pedra sobre mísula, guarda plena e guarda-voz de madeira. Pavimento de madeira com corredor central de granito, lambril de azulejos, cimalha de friso e cornija de granito de onde arranca o tecto de abóbada estucado com 10 registos delimitados por moldura e preenchidos por pintura mural representando os Apóstolos. Arcos fronteiros das capelas laterais com pilastras e arco pleno. Arco triunfal de pilastras e arco pleno dando continuidade nas impostas à linha da cimalha de friso e cornija. Plataforma do altar-mor com três degraus. Nas paredes laterais da capela-mor, dois registos de azulejos fronteiros reproduzindo pinturas clássicas, colocados acima da linha média. No tecto quatro registos idênticos aos do tecto da nave representando os Evangelistas. Retábulo principal, retábulos laterais e sanefas de madeira pintada a ouro e marmoreado.

Acessos

Rua Padre Manuel Pereira

Protecção

Categoria: CIP - Conjunto de Interesse Público, Portaria n.º 174/2013, DR, 2.ª série, n.º 67, de 5 de abril 2013

Enquadramento

Urbano, isolado, implanta-se em pequena elevação, rodeado por adro murado; abre-se em plano inferior diante da fachada principal, a O., comprido lg. rectangular ladeado a N. pelo cemitério paroquial e a S. pelas instalações do Salão Paroquial. Na extremidade O. deste largo tem cruzeiro renovado de faces almofadadas do tipo calvário.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial / Funerária: cemitério

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese do Porto)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

CONSTRUTOR: Manuel Soares de Almeida (1918).

Cronologia

1910 - 1918 - construção da igreja actual promovida pelo Padre Manuel Pereira substituindo a anterior que se localizava no largo próximo, onde hoje se posiciona o cruzeiro; 1918 - demolição da igreja velha até aos alicerces e inauguração da igreja nova na qual faltava ainda concluir as duas sacristias e as capelas laterais enquanto a torre N. não ultrapassava a altura do telhado da nave; Manuel Soares de Almeida, de Arada, foi o autor do projecto e construtor; 1923 - revestimento da fachada principal com azulejos; 2001, 26 janeiro - proposta da CM de Ovar para a classificação da Igreja Matriz e Cemitério Antigo; 2002, 6 fevereiro - Proposta da DRCoimbra a propor a classificação como de IM; 2003, 7 maio - Parecer do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a classificação como IIP; 29 maio - Despacho de homologação do Ministro da Cultura.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Granito, cantarias; cerâmica, telhas e azulejo; madeira, portas, janelas e retábulos.

Bibliografia

GONÇALVES, A. N., Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Aveiro, Zona Norte, Lisboa, 1981, p. 189; PARDINHAS, A. A., Monografia de Cortegaça, Oliveira de Azeméis, 1992, p. 130 e ss; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/10705228 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: 1937 / 1938 / 1939 / 1940 / 1941 / 1942 / 1943 - foram dourados todos os altares; 1956 - construção do novo baptistério; 1970, década de - colocação de painéis de azulejos na capela-mor; 1980, década de - a fachada exterior E. foi revestida a azulejos tendo ao centro um grande painel mostrando Cristo Ressuscitado, revestimento com azulejos no interior; 1990 - arranjo da alameda; 1990 / 1991 / 1992 / 1993 - obra de restauro que incluiu a construção das abóbadas em cimento armado, placas de cobertura e telhado, instalação eléctrica e sonora, rebocos interiores, lambril de azulejos no interior, pinturas na abóbada, pintura e marmorização dos retábulos, douramento do altar-mor, portas interiores, relógio, sino e órgão.

Observações

A Igreja Velha localizava-se no largo que se abre diante da fachada principal da actual. Guarda-se no interior, fixada a uma das paredes do baptistério, uma cruz de granito que teria pertencido à Igreja Velha.

Autor e Data

Paulo Dordio 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login