Edifício na Rua Francisco dos Passos, n..º 41 a 45 / Paço Episcopal

IPA.00001479
Portugal, Guarda, Guarda, Guarda
 
Paço ecleisiástico manuelino e renascentista. Elementos quinhentistas: lintel em arco trilobado ladeado por colunelos, motivos vegetalistas estilizados; elementos renascentistas: jarrões, medalhões, cabeças de anjo, candelabros ou "candelieri", revelam influência florentina (A. V. Rodrigues). Moldura em meia-cana; semelhança ornamental com moldura do pórtico da Capela dos Pinas da Sé da Guarda.
Número IPA Antigo: PT020907410024
 
Registo visualizado 335 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Paço eclesiástico    

Descrição

Janela em arco trilobado com moldura de meia-cana ornamentada e caixilharia de madeira em guilhotina, peitoril em bisel decorado ao centro com medalhão circular ladeado por dois grifos alados, ombreiras ladeadas por dois colunelos de fuste liso, tendo na base e no capitel decoração geométrica tripartida, a partir dos colunelos desenvolve-se arco trilobado do lintel, apresentando os trilobos coroados por rosetas; entre os colunelos e a caixilharia a moldura é em meia-cana, observando-se a seguinte ornamentação: no lado esquerdo em sentido ascendente, jarrão, cabeça de anjo, cabeça de diabo, jarrão, candelabro, menino, cornucópias afrontadas; no lintel: moldura incisa repetindo arco trilobado ornado com motivos vegetalistas estilizados e flor-de-lis; no lado direito em sentido descendente: duas aves, candelabro, medalhão com busto, cabeça de anjo, candelabro assente em cabeça de monstro, jarrão; encima o conjunto um friso sustentado por cabeça de anjo.

Acessos

Rua Francisco dos Passos (antiga Rua Direita), nº 41 a 45

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 146/2013, DR, 2.ª série, n.º 53 de 15 março 2013 (janela manuelina)

Enquadramento

Urbano; centro histórico intra-muralhas na antiga Rua Direita; inserida em edifício com fachada de cantaria

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: paço eclesiástico

Utilização Actual

Residencial: edifício residencial e comercial

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Época Construção

Séc. 16 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 16 - O imóvel onde a janela se encontra inserida sido o Paço Episcopal medieval, onde o Bispo D. Álvaro de Chaves foi assassinado por um criado; o paço localizar-se-ia perto do Largo de São Vicente, ainda que exista notícia de um outro conjunto que incluia um "aljube" e um celeiro e que se localizaria perto da actual Sé; 1975, 2 de outubro - Proposta de classificação de particular; 1978, 10 de maio - Parecer da Comissão Organizadora do Instituto de Salvaguarda do Património Cultural e Natural a propor a classificação como IIP; 11 de Maio - Despacho de homologação do Secretário de Estado da Cultura; 2012, 18 outubro - publicação do Projeto de Decisão relativo à classificação como Monumento de Interesse Público, e fixação da respetiva Zona Especial de Proteção em Anúncio n.º 13596/2012, DR, 2.ª série, n.º 202.

Dados Técnicos

Materiais

Granito, cantaria; madeira.

Bibliografia

DIONÍSIO, Sant'Ana, Guia de Portugal, Lisboa, 1924, ALMEIDA, José António Ferreira de , dir., Tesouros Artísticos de Portugal, Lisboa, 1980; RODRIGUES, Adriano Vasco, Monografia Artística da Guarda, Guarda, 1984; GOMES, Rita Costa, A Guarda Medieval, 1200-1500, Lisboa, 1987.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Margarida Conceição 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login