Igreja Paroquial de Vale de Vargo / Igreja de São Sebastião

IPA.00014469
Portugal, Beja, Serpa, União das freguesias de Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo
 
Arquitectura religiosa, popular, vernácula, manuelina, chã, ecléctica. Igreja paroquial, de características populares, constituída por volumes diferenciados, de grande austeridade e sólida construção, destacando-se como elementos de factura mais erudita as peças executadas em cantaria, de feição manuelina, como as bases e mísulas troncocónicas, escalonadas, decoradas com semi-esferas ou o elaborado brasão que remata o portal; as obras efectuadas durante o séc. 17 podem enquadrar-se no gosto chão, patente na grande austeridade das abóbadas e cúpulas, assim como na torre sineira, sem qualquer adorno ou nos nichos exteriores onde a utilização de frontões remete ainda para uma tradição maneirista, bastante depurada e desadornada. No séc. 19 a remodelação dos retábulos seguiu um gosto ecléctico, utilizando livremente elementos populares, reminescências barrocas ou clássicas.
Número IPA Antigo: PT040213060043
 
Registo visualizado 312 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal escalonada, orientada, composta por nave e capela-mor mais estreita, a que se adossam a N. o baptistério e a sacristia e a S. dependências. Volumes articulados, com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas para a nave e capela-mor, uma água para as dependências e terraços no baptistério e sacristia. Fachada principal de um só pano rematado em empena coroada por cruz latina de cantaria, portal em arco ogival de cantaria, com chanfres de remates inferiores em forma de folha de azevinho encimada por duas volutas, à esquerda e três bagas esféricas unidas por um pé comum rematado por duas volutas, à direita, no topo destaca-se pedra de armas com as cinco chagas de cristo, encimada por coroa de espinhos e suspensa lateralmente por correias presas por fivelas, em alto releva, na ombreira esquerda destaca-se um florão em alto releva; janela de verga recta; à esquerda do portal destaca-se um pano rectangular de reboco caiado, com frontal de altar pouco saliente encimado por base triangular truncada onde assenta calvário semicircular de cantaria e cruz latina rematada por dístico com a inscrição " INRI " gravada, em baixo relevo sobre bloco de cantaria de remata semicircular; à direita destaca-se frontal de altar em reboco pouco saliente encimado por nicho de verga curva, emoldurado e interior com banqueta; no ângulo SO. eleva-se torre sineira na continuação do pano da fachada, rematada por cornija e rasgada por olhal em arco de volta perfeita assente em moldura em meia cana, coruchéu encimado por cata-vento de ferro forjado em forma de galo encimado por cruz. Fachada S. com nave de três panos divididos por contrafortes inclinados e rematados por beirado, no ângulo SO. eleva-se torre sineira de esquema idêntico ao da Fachada principal, no primeiro pano destaca-se uma lanterna, no segundo uma lápide rectangular de cantaria com uma cruz latina encimada por dístico e assente em calvário semicircular onde está gravada o número " 7 ", em baixo relevo, na base adossa-se um banco de cantaria assente em quatro pés, no terceiro pano destaca-se uma lanterna e um oratório formado por um pano de alvenaria rebocada, destacado, rematado por frontão triangular e rasgado por nicho em arco de volta perfeita emoldurado e assente em moldura de meia cana, na base adossa-se um banco de cantaria; dependências de pano único rematado por beirado e rasgado por porta precedida de degrau de cantaria e janela, em segundo pleno eleva-se ligeiramente a capela-mor rematada por beirado. Fachada E. com as dependências de remate em meia empena e a capela-mor, complanar, de remate em empena, onde se destaca lanterna, num plano recuado a sacristia é rematada por platibanda com grelha de tijolo e rasgada por fresta. Fachada N. com a nave de pano único rematado por beirado, onde se adossa o baptistério de pano cego, rematado por platibanda assente em moldura de meia cana; oratório de um pano de alvenaria, destacado, rematado por frontão triangular, com frontal ligeiramente saliente onde assenta nicho em arco de volta perfeita emoldurado e assente em cornija; capela lateral, colocada de escorço, de um pano rematado por cornija e beirado; sacristia de pano cego, rematado por platibanda perfurada. INTERIOR: de uma só nave coberta por abóbada de berço abatida, assente em cornija, dividida em quatro tramos por arcos diafragma assentes em pilastras; entrada resguardada por guarda-vento de madeira e vidro; coro-alto alto assente em laje de betão com gradeamento de ferro forjado, escada de acesso de dois lanços, formando " L " no ângulo NO., no ângulo SO. destaca-se um volume que encerra as escadas de acesso à torre sineira; do lado do Evangelho abre-se no segundo tramo um arco abatido que dá acesso ao baptistério, coberto por abóbada de berço abatida, assente em cornija, com fonte baptismal de cantaria de secção circular, com base troncocónica, pé cilíndrico e taça troncocónica de base arredondada, no segundo tramo destaca-se uma lápide de cantaria; do lado da Epístola os três panos são cegos, destacando-se no primeiro uma pia de água benta de cantaria; arco triunfal de volta perfeita emoldurado e assente em pilastras, junto de cujas bases se destacam bases de cantaria semi-octogonais, encimado por brasão com cruz de Aviz enquadrado por filacteras, capela colaterais colocadas de escorço, no quarto tramo, sendo a do lado do Evangelho inserida em arco de volta perfeita emoldurado e assente em pilastras com bases de cantaria e chave com brasão onde se insere um círculo de que se destaca querubim, encimado por cruz, enquadrado por colunas jónicas com base de cantaria que suportam uma verga curva que acompanha a moldura do arco, mesa de altar em alvenaria com forma de urna decorada com cruz relevada e duas cartelas laterais pintadas a cinzento, banqueta lisa e retábulo de três panos separados por colunas, tendo no pano central um nicho em arco de volta perfeita assente em mísula de talha dourada, remata superior com pano central enquadrado por colunas, onde se destaca quadro com São João Baptista, enquadrado por volutas; capela colateral do lado da Epístola com mesa de altar de alvenaria, em forma de urna e retábulo de alvenaria com nicho rectangular ladeado por colunas que suportam frontão polilobado. Capela-mor coberta por abóbada de berço assente em cornija, com altar-mor precedido por três degraus, retábulo de alvenaria com mesa de altar em forma de urna, banqueta onde assente sacrário e duas colunas assentes em plintos e encimadas por pinhas, que enquadram o camarim em arco de volta perfeita, sobre as portas laterais de acesso ao camarim, destacam-se mísulas com imagens; do lado do evangelho abre-se a porta de acesso à sacristia e do lado da Epístola a porta de acesso às dependências, nas costas do arco triunfal destacam-se duas mísulas de cantaria; sacristia coberta por cúpula assente em trompas, com fresta na parede E. sobre o lavabo de cantaria; dependências compostas por duas salas.

Acessos

Rossio. VWGS84 (graus decimais) lat. 37,983913 long. -7,410444.

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, no ponto mais elevado da povoação, precedido por escadaria com degraus de cantaria, ladeada por relvados, jardim com sebes altar e arvores, a N. e largo empedrado dividido em dois espaços desnivelados, calcetados, a S.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 16 - construção; séc. 17 - torre sineira, abóbadas e oratórios exteriores; séc. 19 - retábulos de alvenaria e dependências.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, portal, bases, mísulas e elementos secundários de cantaria, telhados em telha de canudo, caixilharias e portas de madeira, pavimentos de tijoleira pedra e mosaico, retábulos de alvenaria, coro-alto alto assente em laje de betão com gradeamento de ferro forjado.

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Junto da fachada S. estão depositados dois blocos de cantaria compostos por três cilindros, que parecem ser os colunelos onde assentava o primitivo arco triunfal, de que subsistem apenas as bases.

Autor e Data

Ricardo Pereira 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login