Pelourinho de Castro Marim

IPA.00001317
Portugal, Faro, Castro Marim, Castro Marim
 
Arquitectura jurisicional, quinhentista. Pelourinho de bola. Pelourinho de que apenas resta o remate em bola, mas que teria fuste cilíndrico.
Número IPA Antigo: PT050804020002
 
Registo visualizado 223 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição de ordem militar  Tipo bola

Descrição

Fragmento do pelourinho, em cantaria de calcário, compondo o remate esférico.

Acessos

Monte do Castelo (acesso por estrada alcatroada que circunda o outeiro). Os fragmentos do Pelourinho encontram-se no Museu Arqueológico instalado na Torre de Menagem do Castelo (v. PT050804020001).

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933 / ZEP, Portaria, DG, 2.ª série, n.º 236 de 06 outubro 1956

Enquadramento

Urbano. Os fragmentos do Pelourinho encontram-se no Museu Arqueológico instalado na Torre de Menagem do Castelo (v. PT050804020001).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1227, 08 Julho - D. Afonso III dá ordem de povoamento da vila; 1282, 01 Maio - cocnessão de foral por D. Dinis, aumentando os privilégios concedidos pelo antecessor; 1504, 20 Agosto - concessão de foral por D. Manuel I; 1712 - tem 600 vizinhos e pertence à Ordem de Santiago e à Comarca de Tavira; tem voto em Cortes com assento no banco 13.º, sendo seu alcaide-mor o Conde de Soure; 1758, 12 Maio - nas Memórias Paroquiais, é referido que a povoação é Comenda da Ordem Militar de Santiago, pertencente ao rei, tendo como alcaide-mor o Conde de Soure; a povoação tem 303 vizinhos, juiz de fora, câmara, juiz da alfândega com os respectivos oficiais e 3 escrivães; séc. 19, início - demolição do pelourinho.

Dados Técnicos

Fragmento de granito.

Materiais

Estrutura em granito.

Bibliografia

COSTA, António Carvalho da (Padre), Corografia Portugueza…, vol. III, Lisboa, Officina Real Deslandesiana, 1712; Guia de Portugal, Vol. II, Lisboa, BNL, 1927; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 10, n.º 226, fl. 1503-1514)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

João Neto 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login