Ermida de Nossa Senhora dos Mártires

IPA.00001279
Portugal, Faro, Silves, Silves
 
Arquitectura religiosa, manuelina e barroca. Ermida de nave única de traçado longitudinal, com o arco triunfal quebrado dando acesso a capela-mor coberta por abóbada artesoada. Retábulo-mor seiscentista, protobarroco, de três eixos, rematado por tabela ladeada por aletas e volutadas e frontão de lances, apresentando afinidade com o retábulo do lado da Capela dos Evangelista da Sé de Silves (v.0813070003), evidenciando uma construção coeva e um idêntico mestre. Retábulos colaterais setecentistas, de nicho ladeado por colunas torsas e remate em friso e cornija. O arco triunfal tem dupla arquivolta, uma das quais torsa, assentes em capitéis oitavados.
Número IPA Antigo: PT050813070007
 
Registo visualizado 215 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta longitudinal de nave única com capela-mor rectangular, com coberturas diferenciadas de duas águas na nave e terraço na capela-mor. A fachada principal sem embasamento rematada por recortes contracurvos é rasgada pelo portal de verga direita com volutas nos ângulos que se repetem ao lado dos plintos. Ladeiam o portal duas janelas com molduras tetralobadas e sobre este um óculo de perfil idêntico ao das janelas. Os cunhais salientes são coroados por urnas. As fachadas laterais sem embasamento são rematadas pelos beirais do telhado. A capela-mor proeminente em altura é rematada por ameias chanfradas. O INTERIOR, iluminado pelas janelas da fachada, é coberto por tecto em madeira. O arco triunfal tem dupla arquivolta, uma das quais torsa, assentes em capitéis oitavados. A abóbada artesoada desenha uma estrela de 4 pontas, com cadeias longitudinais e horizontais, marcada por três bocetes. Retábulo-mor de três eixos divididos por colunas de fuste decorado por acantos, com anel no terço inferior, sustentadas por alto plinto e com capitéis coríntios. Formam nichos de perfil circular, sendo os laterais encimados por pequeno frontão triangular. Sobre friso e cornija saliente decorada com óvulos e dardos, surge o ático, com tabela central rectangular, ladeado por quarteirões e aleatas volutadas. Superiormente, frontão de lanços. O conjunto é decorado por acantos e rosetões. Retábulos laterais *1 de talha dourada, de planta recta, corpo único com nicho ladeado por pilastras e colunas torsas decoradas com pâmpanos, sobre consolas, decoradas com pequenos querubins; remate em friso e cornija; ático com enrolamentos de acantos e fénix.

Acessos

Gaveto da Rua Dom Afonso III com o Largo dos Mártires da Pátria

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 44 075, DG, 1.ª série, n.º 281 de 05 dezembro 1961

Enquadramento

Urbano, a ermida está implantada num largo na confluência das ruas D.Afonso III e Miguel Bombarda.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: ermida

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Afectação

Sem

Época Construção

Séc. 12 / 15 / 16 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

MARCENEIRO: Mestre Gabriel Domingues (atr.)

Cronologia

1189 - D. Sancho I mandou construir a ermida, depois da conquista de Silves, para aí serem enterrados os guerreiros cristãos; séc. 15 / 16 - construção da ábside; séc. 17 - construção do retábulo-mor, provavelmente coevo do retábulo da Capela dos Evangelistas da Sé de Silves (v. 0813070003) e da mesma mão, atribuível ao mestre marceneiro Gabriel Domingues, sedeado em Faro (SERRÃO, 2005); séc. 18, início - edificação dos retábulos colaterais; 1779 - data constante no portal, indicando uma provável intervenção no imóvel; 1950, década de - colocação dos retábulos laterais provenientes da Sé e Silves (v.0813070003); 1969 - estragos provocados pelo sismo.

Dados Técnicos

Materiais

Cantaria, alvenaria, madeira em portas e caixilhos, telha.

Bibliografia

João Baptista da Silva LOPES, Corografia (...) do reino do Algarve, Lisboa, 1841; LAMEIRA, Francisco I.C., A Escultura Barroca Algarvia, [dissertação de Mestrado], Lisboa, 1989; ROSA, José António Pinheiro e, Tesouros Artísticos do Algarve, Faro, 1990; LAMEIRA, Francisco I.C., Inventário Artístico do Algarve - a talha e a imaginária, vol. XV, Faro, 2000.

Documentação Gráfica

DGEMN: DSID

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

DGEMN: DSID

Intervenção Realizada

DGEMN: 1966 - instalação eléctrica; 1969, construção de um novo telhado; reparação da cobertura em terraço da ábside; reparação do tecto em madeira da nave; reconstrução de rebocos; 1970 - obras.

Observações

*1 - provenientes da Sé de Silves (v.0813070003) onde funcionavam como retábulos colaterais (LAMEIRA, 2000)

Autor e Data

João Neto 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login