Igreja Paroquial de Boa Fé / Igreja de Nossa Senhora da Boa Fé

IPA.00001227
Portugal, Évora, Évora, União das freguesias de São Sebastião da Giesteira e Nossa Senhora da Boa Fé
 
Arquitectura religiosa, manuelina, maneirista e rococó. Igreja paroquial obedecendo aos parâmetros que tipificam a arquitectura chã do aro de Évora, com vestígios de anterior edificação manuelina.
Número IPA Antigo: PT040705010064
 
Registo visualizado 210 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Edifício de planta centralizada, longitudinal, composto por templo, com galilé, nave, ábside e anexos. Coincidente o interior com o exterior. Volumes do templo articulados com as massas dispostas horizontalmente no sentido O-E e os anexos desenvolvendo-se no vector S. Cobertura homogénia, com duas águas, comum para o templo e anexos e diferenciada para a galilé e campanários, em terraço visitável. Fachada principal orientada a O. constituída pela articulação vertical dos paramentos fronteiros da galilé e da nave definindo dois pisos e pela articulação horizontal de duas torres sineiras. Rasgada por 3 vãos de arcaria da galilé, luneta circular no segundo piso e pórtico manuelino encaixado sob a galilé. Fachada orientada a S. definida pela articulação horizontal da sacristia, casa do ermitão, baptistério e dupla arcaria da galilé. Fachada orientada a N. definida pelo respectivo paramento da nave e pela dupla arcaria da galilé. Pelo interior constitui-se de nave de planta rectangular coberta de abóbada de berço e ábside de planta quadrangular com cobertura cupular.

Acessos

EN370, lugar de Nossa Senhora da Boa Fé. WGS84 (graus decimais) lat.: 38,553067; long.: -8,090899.

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 1/86, DR, 1.ª série, n.º 2 de 03 de janeiro 1986

Enquadramento

Rural, a meia encosta da pendente SE. da Serra de Monfurado, em destaque, isolada no limite NE. do pequeno aglomerado. Envolvida por um pequeno adro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Évora)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 16, inícios - o pórtico e a sacristia; Séc. 17 a estrutura geral; Séc. 18 - os forros cerâmicos e campanários

Dados Técnicos

Estrutura autónoma.

Materiais

Alvenaria, cantaria granítica e mármore branco de Estremoz (elementos secundários), granito (portal), arco triunfal e pia baptismal em mármore (arco triunfal e pia baptismal).

Bibliografia

ESPANCA, Túlio, Concelho de Évora - Distrito de Évora, in Inventário Artístico de Portugal, Vol VII, Lisboa, ANBA, 1966; DIAS, Pedro, A Arquitectura Manuelina, Porto, 1988;

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Manuel Branco e Castro Nunes 1993

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login