Igreja Paroquial de Castelo Viegas / Igreja de Santo Estêvão

IPA.00010893
Portugal, Coimbra, Coimbra, União das freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas
 
Igreja paroquial quinhentista de nave única, com capelas laterais simulando um transepto e vãos da época no corpo e na sacristia; capela abobadada de quartelas e retábulo do Sacramento, tardo-renascentistas, ambos em pedra; capela seiscentista; azulejos figurativos de fabrico coimbrão do séc. 18, a azul.
Número IPA Antigo: PT020603100043
 
Registo visualizado 82 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal, composta de nave, capela-mor, colaterais, sacristia e anexos; volumes articulados, de disposição predominantemente horizontal, contrariada pelo verticalismo da torre sineira, moderna; coberturas exteriores diferenciadas em telhado de 1 e 2 águas. Fachada principal voltada a O., simples, de empena triangular, tendo apenas rasgados ao centro a porta principal, de vão rectangular, friso liso e cornija, e um óculo redondo acima desta; à esquerda, em corpo mais baixo prolongando a linha da frontaria, uma janela rectangular. A fachada lateral S. mostra a porta travessa idêntica à principal, de vão rectangular, friso e cornija sobrepujada por óculo redondo; acima deste aparece um pequeno remate de altar em pedra esculpida figurando o busto do Padre-Eterno abençoando; a parede S. da sacristia no prolongamento da linha desta fachada para lá do corpo do cruzeiro conserva ainda os vãos antigos, rectangulares, porta e janela; ergue-se do lado oposto da cabeceira a alta torre sineira, de remate piramidal. INTERIOR: nave única, com tecto de madeira; capela-mor rectangular, de arco redondo de arestas chanfradas; a capela lateral do lado da Epístola, do Sacramento, datada no fecho do arco de 1571 é coberta por abóbada de pedra, em quartelas, e tem retábulo do mesmo material; a capela o lado do Evangelho apresenta retábulo pétreo, datado de 1633, e a parede de topo revestida a azulejos figuram A Sagrada Família e A Virgem da Anunciação, só a azul.

Acessos

Rua de Santo Estevão

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 5/2002, DR, 1ª série, n.º 42 de 19 fevereiro 2002

Enquadramento

Urbano, isolado, implantação harmónica no início da encosta onde assenta a povoação, com adro envolvente em patamar, dotado de escadas e corredores de acesso para vencer o declive do terreno, debruçada sobre a vertente baixa da localidade e o vale envolvente a S., sendo privilegiada a panorâmica que dali se alcança.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Coimbra)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1159 - Salvador Viegas doa a herdade de Castelo Viegas ao mosteiro de São Jorge; 1165 - com o mosteiro dá carta de povoação aos habitantes; séc. 16 - construção da igreja e retábulo do Santíssimo; séc. 17 - retábulo colateral oposto; 1946 - substituição do campanário da frontaria pela torre junto à capela-mor.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes, estrutura mista.

Materiais

Alvenaria e cantaria de pedra, madeira, telha.

Bibliografia

BORGES, Nelson Correia, Coimbra e Região, Lisboa, 1987; CORREIA, Vergílio e GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Coimbra, Lisboa, 1952; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73157 [consultado em 11 agosto 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DREMC

Intervenção Realizada

DGEMN- DREMC: 1981 - obras de beneficiação; 1992 / 1994 - obras de conservação geral e beneficiação profundas, sobretudo no interior.

Observações

O pároco não nos autorizou a entrada na igreja, impedindo o desenvolvimento regular do trabalho. A descrição é baseada na bibliografia e nas fotografias das obras existentes na DREMC.

Autor e Data

Francisco Jesus 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login