Convento de Santo António

IPA.00010892
Portugal, Coimbra, Penela, União das freguesias de São Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal
 
Convento franciscano capucho seiscentista, com entrada principal sob arco abatido característica da ordem. Retábulo-mor maneirista, do 3.º quartel do séc. 17, com pinturas da mesma época, e camarim aberto no séc. 18; colaterais barrocos de talha joanina completados em rococó na segunda metade do séc. 18; púlpito seiscentista em pedra; painéis de azulejos do rococó coimbrão, da segunda metade do séc. 18.
Número IPA Antigo: PT020614050004
 
Registo visualizado 203 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Convento masculino  Ordem de São Francisco - Franciscanos Capuchos (Província de Santo António)

Descrição

CERCA: conserva o portão redondo da entrada frente à igreja, exteriormente recortado e decorado com volutas. IGREJA: Planta longitudinal, composta por nave e capela-mor; volumes articulados, massas dispostas horizontalmente; cobertura exterior diferenciada em telhado de 2 águas. Fachada principal a N., de pano único e remate curvo; abrem-se nestes, respectivamente, o portal de arco abatido do átrio sobrepujado por janelão rectangular flanqueado por 2 nichos com esculturas de barro de São Francisco e Santo António e um óculo redondo já na parte superior; o átrio tem lambril de azulejos intercalados por outros mais antigos, acedendo-se daqui à igreja através de porta de verga curva. INTERIOR: entrada sob o coro-alto, de arco abatido; nave única, iluminada por 3 janelas rasgadas na parede do lado do evangelho e coberta por abóbada redonda; púlpito cilíndrico de pedra, colocado do lado da Epístola; alizares recortados de azulejos azuis e brancos de motivos concheados, nas paredes, representando cenas da vida de Santo António estendendo-se à capela-mor; esta apresenta o mesmo tipo de cobertura do corpo e uma iluminação natural proveniente de 2 janelas altas abertas na parede do lado do Evangelho; conserva a ruína do retábulo de edículas em talha dourada, com camarim de abertura posterior; desprovido das imagens que ornavam os nichos (v. CORREIA e GONÇALVES, 1952), mostrando na parte alta 2 tábuas pintadas com a Virgem e o Anjo da Anunciação, em busto, e na banqueta Maria Madalena, também em busto e lateralmente 2 cenas de franciscanos; os retábulos colaterais, com colunas torcidas e pilastras na parte central de permeio com decoração de concheados encontram-se também em ruína; no pavimento da capela-mor assinala-se a campa de João de Araújo e sua mulher, datada de 1666. EDIFÍCIO CONVENTUAL: secularizado *1, apresenta-se em ruína total com alguns sinais recentes de reconstrução; construção harmoniosa resultante da estruturação em função do claustro, desenvolve-se à direita da igreja segundo um plano centralizado, volumes articulados dispostos horizontalmente, coberturas diferenciadas em telhado de 2 e 3 águas, tirando partido da inclinação do terreno, com r/c e 2 andares que atingem a altura da igreja, com a ala O. ligeiramente mais baixa do que as restantes; vislumbram-se entre a vegetação ao nível baixo das fachadas N. e O. alguns arcos redondos; os andares apresentam vãos rectangulares.

Acessos

Rua do Convento

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 2/96, DR, 1ª série-B, n,º 56 de 6 março 1996 / ZEP, Portaria n.º 227/2010, DR, 2ª série, n.º 28, de 24 de março de 2010 *1

Enquadramento

Urbano, isolado, implantado a meia-encosta na vertente SO. da vila, envolvido por terrenos parcialmente invadidos por vegetação daninha, ao lado da E.N. 110 que corta a antiga cerca franciscana, possui magnífica implantação paisagística.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: convento masculino

Utilização Actual

Religiosa: igreja / Agrícola e florestal: quinta

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Coimbra) (igreja); pessoa singular (convento e quinta)

Afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1576 - fundação do convento (CORREIA e GONÇALVES, 1952); séc. 17, 3.º quartel - o convento passa por campanha de obras ou melhoramentos, atestada por elementos arquitectónicos, púlpito e retábulo principal; séc. 18, segunda metade - remodelação que altera o seu carácter anterior inicial; o convento pertencia aos franciscanos capuchos da província de Santo António; 1834 - é extinto, passando para a posse de particulares; 1902 - Misericórdia oferece um manto de veludo encarnado à imagem da Rainha Santa Isabel, existente no Convento de Santo António e que incorporava a procissão da festa de Santa Eufémia; 1992, 4 Dezembro - Mesa da Santa Casa da Misericórdia de Penela deliberou vender o convento de Santo António; 1993, Abril - venda do convento e quinta anexa por 3 milhões de contos ao Dr. Óscar Dionísio Gonçalves de Figueiredo; 2006, 12 Julho - despacho da Vice-Presidente do IPPAR, exarado no parecer aprovado em reunião do Conselho Consultivo da mesma data, foi aprovada a proposta de delimitação da Zona Especial de Protecção.

Dados Técnicos

Materiais

Obra de argamassa no portão da entrada da cerca, paredes de alvenaria de pedra, abóbadas de tijolo na igreja, coberturas exteriores de telha.

Bibliografia

CORREIA, Vergílio e GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Coimbra, Lisboa, 1952; DIAS, Pedro e ARNAUT, Salvador Dias, Penela. História e Arte, Penela, 1983; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/74882 [consultado em 23 agosto 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

*1 - DOF: Convento de Santo António, incluindo a respectiva cerca. O edifício conventual é propriedade particular e aquando da nossa visita não nos foi possível contactar o seu proprietário, a residir no concelho de Mafra, pelo que esta descrição é feita apenas com base no que se pode ver do exterior da propriedade.

Autor e Data

Francisco Jesus 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login