Palácio do Conde Barão de Linhó

IPA.00010526
Portugal, Lisboa, Lisboa, Campo de Ourique
 
Arquitectura residencial, pombalina e romântica. Palácio de planta em U, organizada em torno de pátio quadrangular.
Número IPA Antigo: PT031106300653
 
Registo visualizado 302 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  

Descrição

Com propriedade composta por vários corpos dispostos ao longo do seu limite exterior, (garagem e edifícios anexos de habitação, com alçados exteriores curvos, acompanhando o eixo viário que delimita a propriedade) destes, destaca-se o edifício principal, de planta composta em U aberto, com volumetria escalonada, sendo a cobertura efectuada por telhados a 2, 3 e 4 águas. Com superfície murária em reboco pintado com soco e cunhais de cantaria, o palácio, de 3 pisos (um deles ao nível da cobertura), exibe alçado principal a NO., voltado para o eixo viário. Marcado pela abertura de vãos com emolduramento simples de cantaria, a ritmo regular, neste regista-se piso térreo rasgado por janelas (de peito rectangulares) e portas de verga recta encimadas, ao nível do andar nobre, por janelas de sacada com bandeira, de verga recta e servidas varandins individuais com base em cantaria e guarda metálica em ferro forjado e fundido - destas demarca-se a janela axial, de verga curva destacada servida por varanda de perfil contracurvado. O alçado é superiormente rematado por cornija, acima da qual se observam janelas trapeiras de verga recta correspondentes ao piso localizado ao nível da cobertura. Acede-se à propriedade por meio de portão a NE. - lateralmente guarnecido por pilastras de cantaria em silharia fendida superiormente rematadas por pináculos e articuladas com muro delimitado por aletas - e ao interior deste edifício através de porta principal localizada no alçado lateral NE., sobrepujada por alpendre com cobertura em telhado suportada por mísulas em voluta e orientada para pátio de entrada. É também neste alçado que se reconhece a presença de pedra de armas da família no cunhal de um corpo avançado.

Acessos

Rua Saraiva de Carvalho, n.º 19 - 29; Rua de Santa Isabel, n.º 91 - 97 A

Protecção

Enquadramento

Urbano, destacado, isolado por pátio e jardim murado. Na proximidade da Igreja de Santa Isabel (v. PT031106300652) e do palacete do Visconde Ferreira de Lima (v. PT031106300651).

Descrição Complementar

No extremo S. da propriedade desenvolve-se jardim formal (buxo recortado). A pedra de armas tem a seguinte leitura heráldica: escudo esquartelado, ao 1º de Sequeiras (5 vieiras), ao 2º e 3º Pegado(quatro bandas) e ao 4º Freires. Sobre o escudo assenta um elmo de perfil com uma águia bicéfala por timbre.

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Residencial: casa

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 19 - o palácio era pertença de António Borges Coutinho de Medeiros Sousa Dias da Câmara, 1º barão de Linhó, filho dos marqueses de Praia e Monforte; 1925-1941 - o edifício é propriedade de António Borges Coutinho Medeiros Sousa Dias da Câmara (filho do 1º barão); 1942-1943 - é proprietária Maria Francisca Borges Coutinho de Lancastre; 1946-1984 - é proprietário Duarte José de Melo Borges Coutinho de Medeiros.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Alvenaria mista, reboco pintado, cantaria de calcário, estuque, ferro forjado, madeira, vidro, azulejos

Bibliografia

Luis Ferros Ponce de, Portas e Brasões de Lisboa, Lisboa, s.d. ; CONSIGLIERI, Carlos, RIBEIRO, Filomena, VARGAS, José M., ABEL, Marília, Pelas Freguesias de Lisboa. Santo Condestável, Santa Isabel, São Mamede, Coração de Jesus, Lisboa, 1995.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID; CML

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

CML: Arquivo de Obras, Procº nº 1143

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: 1925, Outubro - projecto de alterações interiores e exteriores do edifício, construção de um anexo destinado a cozinha, arrecadação, terraço e copa; 1927, Janeiro - alterações exteriores e interiores, cobertura do terraço do anexo; Março - abertura de um vão de janela no edifício anexo; Setembro - construção de escadas e muros exteriores; 1928, Fevereiro - alteração do pavimento das instalações sanitárias; Agosto - alteração da vedação do edifício; Dezembro - alteração de uma janela e de uma porta na casa do forno; 1930, Janeiro - construção e colocação de uma estufa em ferro e vidro no interior do jardim; 1931, Julho - prolongamento do muro de vedação; 1939, Junho - construção de uma garagem no jardim do palácio e oficina com alojamento para criados e arrecadação; 1940, Fevereiro - licença de ocupação do edifício; colocação de calçada no passeio junto ao edifício; 1940, Julho - rectificação da numeração de polícia do edifício; Agosto - pequena obra nas soleiras de duas portas da garagem e rebaixo do passeio em frente; 1942, Janeiro - reparação da cobertura; Julho - limpezas exteriores; Agosto - pinturas e limpezas exteriores; 1943, Janeiro - obra de limpeza e pintura da garagem anexa; 1946, Agosto - reparações interiores, revestimento de tectos e paredes; 1947, Julho - reparação de tectos, paredes e coberturas; 1951, Agosto - obras gerais de limpeza; 1955, Outubro - pintura exterior das portas de entrada; 1960, Julho - obras gerais de beneficiação e limpeza; 1961, Março - obras gerais de beneficiação e limpeza; 1967, Dezembro - obras simples de conservação; 1969, Agosto - reparações exteriores e interiores; 1970, Agosto - obras gerais de beneficiação e pintura; 1984, Janeiro - projecto de alterações e ampliação do edifício da responsabilidade do gabinete de arquitectura INTERGAUP.

Observações

Autor e Data

Teresa Vale, Maria Ferreira e Sandra Costa 2001

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login