Insula de Bracara Augusta / Ruínas romanas das Carvalheiras

IPA.00001051
Portugal, Braga, Braga, União das freguesias de Braga (Maximinos, Sé e Cividade)
 
Elemento urbano. Quarteirão da Época romana. Insula. Zona residencial da cidade romana definida por duas ruas perpendiculares construídas na 2ª metade séc. 1 d.c. e cujos edifícios foram profundamente remodelados nos séculos 4 e 5. É a área residencial mais extensa até hoje posta a descoberto da cidade romana de Bracara Augusta. Corresponde ao interior de um quarteirão, perto do actual Campo das Carvalheiras, no quadrante NO da cidade romana. Muito embora a área posta a descoberto seja já apreciável, não se encontra completamente esclarecida a tipologia das habitações nem as suas exactas dimensões.
Número IPA Antigo: PT010303520043
 
Registo visualizado 614 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Elemento urbano  Quarteirão      

Descrição

Foram detectadas construções porticadas e com lojas, limitadas por ruas calcetadas, que se inserem numa ínsula da cidade romana. O conjunto é ordenado por duas ruas perpendiculares entre si. A rua 1 com 12 m. de comprimento e 2,10 m. de largura segue de SSO para NNE, conservando ainda grande número de lajes, muito irregulares e polidas pelo uso, que a pavimentam. A rua 2, visível numa extensão de 34,5 m de comprimento e com 3 m de largura está orientada de OSO. para ENE.. Inicialamente lajeada, foi repavimentada em época tardia, com uma amálgama de pequenos seixos de granito, terra e fragmentos de tijolos e cerâmica.

Acessos

Sé, área contígua ao Largo das Carvalheiras ou Campo das Carvalheiras, no interior do quarteirão formado pelas Ruas de São Sebastião (a sul), Cruz de Pedra (a oeste), Visconde de Pindela (a norte), Largo das Carvalheiras e Rua do Matadouro (a oriente).

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 29/90, DR, 1ª Série, nº 163 de 17 julho 1990

Enquadramento

Urbano. No interior do quarteirão das Carvalheiras, dispondo-se em longas plataformas que acompanham o sentido da vertente, para noroeste, e que foram aproveitadas para a agricultura. Nas imediações, ergue-se a Sé de Braga e das termas da Cividade e do Teatro romano.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Época Construção

Séc. 01 / 04 / 05

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Séc. 01, 2ª metade - construção dos muros mais antigos definindo um primeiro alinhamento na direcção NO; séc. 04 - 05 - momento de remodelações dos edifícios com a construção de novas fachadas mais avançadas, mas conservando o mesmo alinhamento, e a cobertura da rua com lajes apoiadas numa espessa camada de nivelamento; 1983 - descoberta da ínsula das Carvalheiras, aquando da Junta de Freguesia da Sé projetava a construção de uma escola para o local; 1992, 01 junho - o imóvel é afeto ao Instituto Português do Património Arquitetónico, pelo Decreto-lei 106F/92, DR, 1.ª série A, n.º 126; 2016 - Câmara de Braga abre discussão pública par lançar plano de pormenor e salvaguarda sobre o quarteirão romano.

Dados Técnicos

Materiais

Granito

Bibliografia

«Braga lança plano para recuperar quarteirão da cidade romana». In Público. Porto: 05 abril 2016, p. 16; Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa, 1993, vol. II, Distrito de Braga, p. 33; MARTINS, M. e DELGADO, M., História e Arqueologia de uma cidade romana: Bracara Augusta, Cadernos de Arqueologia, Série II, 6 - 7, Braga, 1989 - 90, p. 26; DELGADO, M.; A. Gaspar e F. Sande Lemos, O Salvamento de Bracara Augusta, I Encontro Nacional de Arqueologia Urbana, Set. 1985, Trabalhos de Arqueologia, 3, Lisboa, 1986, pp. 38 - 39; DELGADO, M. e LEMOS, F. S., Zona das Carvalheiras: notícia da campanha de escavação de 1985, Cadernos de Arqueologia, Série II, 3, Braga, 1986, pp. 151 - 167; DELGADO, M. e LEMOS, F. S., Zona das Carvalheiras: notícia das campanhas de escavação de 1984 e 1985, Cadernos de Arqueologia, Série II, 2, Braga, 1985, pp. 159 - 176; DELGADO, M.; DIAS, L.A.T.; LEMOS, F.S.; GASPAR, A., Intervenções na área urbana Bracara Augusta (1983), Cadernos de Arqueologia, Série II, 1, Braga, 1984, pp. 103 - 106, EST. IX - X.

Documentação Gráfica

DGPC: DGEMN:DSID

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN:DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1983 - a pedido da autarquia a fim de ser dado parecer sobre o projecto de construção de uma escola e de infra-estruturas desportivas, iniciaram-se escavações arqueológicas da responsabilidade da Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho durante 4 meses; 1984 / 1987 - as escavações arqueológicas prosseguiram depois através de campanhas de vários meses; 1995 - estudo da parte central do terreno; 1999 / 2000 / 2001 - estudo da área arqueológica; posteriormente procede-se apenas à limpeza e consolidação.

Observações

Autor e Data

Isabel Sereno e Paulo Dordio 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login