Câmara Municipal, Cadeia Comarcã e Torre do Relógio de Messejana

IPA.00010148
Portugal, Beja, Aljustrel, Messejana
 
Arquitectura administrativa, prisional e de comunicações, barroca, popular, vernácula. Fiel à austeridade geométrica e à definição de volumes que fizeram escola na arquitectura popular e vernácula do Baixo Alentejo durante os séculos 17 e 18, a torre-relógio oferece uma interpretação barroca desses paradigmas tradicionais, animada por cunhais e barras coloridas e por um remate dinâmico com pináculos piramidais a rodearem o domo.
Número IPA Antigo: PT040201030012
 
Registo visualizado 100 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Político e administrativo regional e local  Câmara municipal  Casa da câmara, tribunal e cadeia  

Descrição

TORRE DO RELÓGIO: planta composta pela torre de base quadrangular, a que se adossa o volume das escadas de acesso. Volumes articulados; cobertura homogénea em domo octogonal. Alçado S. de pano único, definido por cunhais de argamassa relevada pintados a azul, e de três registos definidos por frisos de argamassa; soco escalonado de dois degraus de cantaria; o troço inferior dos cunhais é em cantaria aparente, de recorte irregular; no primeiro registo adossa-se a escada de acesso que se desenvolve perpendicularmente a este, resguardada por murete, dando acesso à porta de entrada, com moldura de argamassa relevada pintada de azul; no segundo registo rasga-se, inferiormente, olhal em arco de volta perfeita, emoldurado e assente em pilastras, pintadas a azul, onde se suspende sino de bronze; superiormenter mostrador de relógio em cantaria, com numeração árabe, enquadrado por moldura quadrangular de argamassa com arestas chanfradas; último registo rasgado por olhal em arco de volta perfeita emoldurado e assente em pilastras pintadas azul; remate em cornija sobre a qual se elevam pináculos piramidais assentes em plintos, no coroamento dos cunhais. Cobertura em domo octogonal rematado por cata-vento de ferro forjado assente em base cónica. Alçado E. de esquema idêntico ao alçado S. mas com o registo inferior cego e o segundo registo rasgado apenas por uma pequena janela emoldurada. Alçado N. de esquema idêntico ao alçado E. mas onde o segundo pano apenas apresenta um mostrador de relógio idêntico ao do alçado S.. Alçado O. de esquema idêntico ao alçado E. mas com construções adossadas no primeiro registo e o segundo registo cego. INTERIOR: dividido em três pisos: no térreo rasga-se a porta de entrada que conduz às escadas adossadas aos quatro alçados e deixando em aberto poço central onde se suspendem os antigos pesos; sobre a porta rasga-se o olhal. As escadas conduzem a compartimento com cobertura em tecto plano ao centro do qual se encontra o mecanismo do relógio, dentro de caixa de madeira, ligado por varões metálicos aos dois mostradores dos alçados exteriores N. e S.; a E. rasga-se janela de iluminação à direita da qual se situa escada metálica que dá acesso ao alçapão de ligação ao último piso; este apresenta cobertura em cúpula de tijolo aparente, sobre pendentes; em cada alçado rasga-se olhar de volta perfeita.

Acessos

Praça da República

Protecção

Incluído na Zona de Protecção do Pelourinho de Messejana (v. PT040201030001).

Enquadramento

Urbano, adossado à Igreja da Misericórdia (v. PT040201030015), em destaque numa praça arborizada e empedrada, no centro da qual se ergue o Pelourinho (v. PT040201030001) e a Casa dos Morgado Moreiras (v. PT040201030004).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Política e administrativa: câmara municipal

Utilização Actual

Comunicações: torre do relógio

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 18 - construção; 1980 - construção escadas interiores da torre em betão armado.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante

Materiais

Torre: Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas; domo de alvenaria de tijolo rebocado, rebocada e caiada; pavimentos de betonilha; porta de ferro; caixilharias de madeira; mostradores de relógio de cantaria de pedra calcárea; degraus e elementos secundários de cantaria; sinos de bronze; catavento de ferro forjado.

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1999

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login