Torre Sineira / Torre do Relógio

IPA.00014466
Portugal, Beja, Serpa, Pias
 
Arquitectura religiosa, neoclássica, ecléctica. Torre sineira de uma igreja que nunca chegou a ser concluída, apresenta uma estrutura característica deste tipo de edificações fixada na tradição construtiva regional desde o séc. 17, mas que na minuciosa concepção do entablamento revela uma linguagem neoclássica, utilizando elementos das ordens clássicas com maior rigor do que até então se verificava, com destaque para a utilização de triglifos no friso, que denotam uma maior erudição na sua concepção. O remate e o campanário revelam uma execução mais tardia e um gosto ecléctico patente no repescar de elementos barrocos no frontão polilobado.
Número IPA Antigo: PT040213030032
 
Registo visualizado 1721 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comunicações  Torre do relógio    

Descrição

Planta quadrada, simples e regular, massa simples com cobertura exterior em domo. Fachada principal virada a O. dividida em dois registos por friso e cornija, tendo cada um deles um só pano definido por cunhais de argamassa com alhetas, simulando cilharia, remate superior com entablamento de estreita arquitrave, friso com triglifos e cornija bastante desenvolvida, caiada a amarelo, onde assenta platibanda dividida em dois painéis por moldura caiada a azul, ladeada por dois plintos decorados por molduras caiadas a óxido de ferro, onde assentam urnas de argamassa; no registo inferior rasgam-se duas frestas sobrepostas e no topo um mostrador de relógio de cantaria com numeração romana; no segundo registo, decorado com alhetas que simulam juntas de cantaria, rasga-se olhal em arco de volta perfeita, com moldura de argamassa assente em pilastras; encima o conjunto um pequeno campanário em espadana, rematado por frontão polilobado onde se insere o cronograma " 1894 " em argamassa relevada, coroado por cata-vento de ferro forjado com galo de chapa recortada; olhal em arco de volta perfeita emoldurado e assente em pilastras; as restantes fachadas seguem globalmente o mesmo esquema, apresentando a fachada S. apenas uma fresta no primeiro registo, mais elevada que as da fachada O., a fachada E. apresenta no registo inferior uma pequena janela, correspondente ao mostrador do relógio das fachadas O. e S., a fachada N. não apresenta qualquer abertura no primeiro registo. INTERIOR: dividido em quatro pisos, sendo o segundo e o terceiro assentes em sobrados com soalho de madeira e o quarto assente em abóbada de berço, os pisos de madeira possuem uma abertura rectangular ao centro e a abóbada dois furos, por onde passam os pesos do relógio, cujo mecanismo se situa no quarto piso; as escadas de ligação são em ferro de poso térreo para o segundo piso e as restantes em madeira.

Acessos

Largo Nuno Álvares

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, flanqueado pela estrutura incompleta da igreja, à direita, e à esquerda pelas dependências anexas, abrindo para um largo empedrado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Comunicações: torre do relógio

Utilização Actual

Comunicações: torre do relógio

Propriedade

Privada: Igreja Católica

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 19 - construção; 1894 - instalação do relógio, conclusão do campanário; séc. 20, segunda metade - construção de um ginásio sobre a estrutura incompleta da igreja.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, com pormenores destacados com caiação pigmentada, abóbadas de tijolo, rebocadas e caiadas, pisos em sobrado, com soalho de pinho, escadas de ferro e de madeira, mostradores de relógio de cantaria, sinos de bronze suspensos em apoios de ferro.

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DSARH, DGEMN/DREMS

Intervenção Realizada

DREMS: 1995 - substituição de esticadores, reparação dos apoios dos sinos e reboco para posterior caiação com pigmentos coloridos.

Observações

Autor e Data

Ricardo Pereira 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login