Palácio dos Condes de Avilez / Casa Avilez / Palácio do Condinho (v. PT041509060012

IPA.00009776
Portugal, Setúbal, Santiago do Cacém, União das freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra
 
Casa nobre característica dos finais do séc. 19, onde se cruzam influências formais díspares, desde pormenores neo-góticos nos ferros fundidos, elementos neo-rococós nos estuques e opções estilísticas próprias do Tardo-Romantismo oitocentista.
Número IPA Antigo: PT041509060036
 
Registo visualizado 400 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre    

Descrição

Planta em " U ", irregular, composta, abraçando um pátio ajardinado com lago central. Volumes articulados. Coberturas em telhado de duas águas para o corpo central e de uma água nos corpos laterais. Fachada principal virada a E., de três panos definidos por pilastras, divididos em dois registos por moldura de cantaria. No pano central rasga-se, no registo inferior, portal em arco de volta perfeita com moldura de cantaria assente em pilastras e com chave saliente, precedido por três degraus de cantaria; no registo superior abre-se janela de sacada, de verga recta adintelada, com varanda de ferro fundido assente em mísula de cantaria; remate superior em frontão curvo ladeado por urnas de faiança branca, tendo ao centro pedra e as armas dos Condes de Avillez. Os panos laterais são rasgados. No registo inferior, por uma porta ladeada por duas janelas com molduras de cantaria, sendo a porta do pano da direita precedida por quatro degraus de cantaria; no registo superior rasgam-se três janelas de sacada, de verga recta adintelada, com molduras de cantaria, resguardadas por varandas de ferro fundido assentes em mísulas de cantaria; remate superior em platibanda vazada, formada por grelhas de faiança branca; nos extremos, coroando as pilastras, elevam-se globos de faiança branca com estrelas azuis. Alçado S. de um pano definido por pilastras, dividido em dois registos por moldura de cantaria; o registo inferior é rasgado por uma janela engradada com moldura de cantaria e o registo superior por cinco janelas com molduras de cantaria de verga recta adintelada, sendo as três centrais de sacada, com grades de ferro fundido; remate em frontão triangular, rasgado ao centro por óculo triangular com moldura de cantaria; do lado direito eleva-se chaminé. Alçado lateral N. de um pano definido por pilastras de cantaria, de esquema idêntico ao alçado S. mas tendo no registo inferior mais uma porta, enquanto no registo superior à última janela corresponde uma porta. O alçado O., virado sobre a tapada, correspondente ao pátio central, é rasgado no corpo central por nove portas envidraçadas que dão acesso a um jardim de inverno e rematado por beirado; os alçados de cada um dos braços são rasgados por cinco janelas e uma porta, com molduras de cantaria, e rematados por molduras de cantaria. INTERIOR: amplo átrio decorado por pinturas murais e tectos de estuques relevados, rasgado em cada uma das paredes laterais por uma porta em arco de volta perfeita, emoldurada e assente em pilastras, com chave saliente. Segue-se a escadaria de dois lances, separada por arco em asa de cesto, com moldura de cantaria assente em pilastras, e resguardada por gradeamento de ferro fundido. No piso térreo, à esquerda de quem entra, situa-se uma sala decorada com pinturas murais que representam brasões com o monograma " C A " e armas cruzadas, seguindo-se outra sala decorada com livros de contabilidade coroados e objectos de escritório. O primeiro andar estrutura-se em torno de um grande corredor que se desenvolve perpendicularmente à escadaria, destacando-se o salão com tecto estucado e uma sala contígua com tecto igualmente estucado e lareira de mármore.

Acessos

Rua dos Condes de Avilez

Protecção

Incluído na Zona Especial de Protecção do Pelourinho (v. PT041509060004) e do Castelo (v. PT041509060002)

Enquadramento

Urbano, isolado, a meia encosta, numa frente de rua, uma das artérias mais antigas da povoação, tendo no tardoz uma tapada murada e em frente um edifício de dependências de criados. A E. fica o Lg. do Pelourinho ( v. 1509060004), onde se encontram igualmente os Antigos Paços do Concelho ( v. 1509060016 ), o Antigo Edifício da Admnistração do Concelho ( v. 1509060055 ), a Igreja do Espírito Santo ( v. 1509060046 ) e o Antigo Hospital do Espírito Santo ( v. 1509060008 ).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Devoluto

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 19, finais - construção.

Dados Técnicos

Estrutura mista e paredes autoportantes

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, molduras dos vãos e elementos secundários de cantaria, pavimentos de lajedo, soalho e mosaico hidráulico, caixilharias e tectos de madeira e de estuque, telhados em telha de canudo, gradeamentos de ferro forjado, azulejos de padronagem industrial, pinturas murais.

Bibliografia

Documentação Gráfica

DGEMN: DSID

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1999

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login