Ponte de Lamas de Mouro

IPA.00009350
Portugal, Viana do Castelo, Melgaço, União das freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro
 
Ponte de provável construção setecentista ou oitocentista, de tipo arco, com tabuleiro em cavalete disposto sobre um arco, de volta perfeita, precedido por rampas. Considerada da época medieval, não existia ainda em 1758, visto que nas Memórias Paroquiais da freguesia se refere apenas a existência de um "pontilhão" denominado por Ponte de Mouro, devendo, por isso, ter sido construída após essa data, mas seguindo as características construtivas medievais. A estrutura apresenta aparelho mal afeiçoado, em contrastre com as aduelas do arco, que são regulares e bem aparelhadas. O pavimento é lajeado e protegido por guardas de brandes blocos.
Número IPA Antigo: PT011603020054
 
Registo visualizado 510 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte de tabuleiro em cavalete, com orientação este - oeste, precedido por rampas de acesso de ambos os lados, e sobre um único arco, de volta perfeita. A estrutura possui paramentos em alvenaria de pedra mal afeiçoada, enquanto o arco tem aparelho cuidado e aduelas regulares, algumas ostentando no intradorso siglas. O intradorso possui aparelho regular com junta seca. O pavimento é formado por lages de cantaria irregulares que, no meio da ponte, assentam diretamente no extradorso das aduelas do arco; é protegido por guardas plenas, apenas sobre o arco, formadas por grandes lajes.

Acessos

Lamas de Mouro, Rio de Porto Seco; EN 202 (Melgaço - Lamas de Mouro), EN 203-3 para Castro Laboreiro. WGS84 (graus decimais) lat.: 42,044601; long.: -8,203187

Protecção

Incluído no Parque Nacional da Peneda do Gerês

Enquadramento

Rural, isolado, integrado harmoniosamente na paisagem do Parque Natural da Peneda do Gerês. Ergue-se a cerca de 2 km antes da povoação de Lamas de Mouro, na chã de Lamas, desprovida de vegetação arbórea e com ampla visibilidade, junto à estrada e a sul da mesma, sobre o rio do Porto Seco, e servindo a antiga via carreteira que de Lamas de Mouro conduzia à ribeira-Minho por Parada Monte e Gave.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1758, 22 maio - segundo o Padre Constantino Dias nas Memórias Paroquiais da freguesia, o rio Mouro, que principia na serra do Lagarto, tem apenas um "pontilhão" chamado a Ponte de Mouro; séc. 18, finais / séc. 19 - época provável da construção da ponte de Lamas de Mouro.

Dados Técnicos

Estrutura autónoma.

Materiais

Estrutura de granito.

Bibliografia

CAPELA, José Viriato - As freguesias do distrito de Viana do Castelo nas Memórias Paroquiais de 1758. Braga: Casa Museu de Monção; Universidade do Minho, 2005; FONTES, Luis - Ponte de Lamas de Mouro (http://www.geira.pt/arqueo/ListaArqueossitios.html), [consultado em 14 setembro 2015].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN:DSID, SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Paula Noé 2015

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login