Edifício do Matadouro Municipal do Funchal / Edifício "Matadouro"

IPA.00008363
Portugal, Ilha da Madeira (Madeira), Funchal, Funchal (Santa Luzia)
 
Arquitetura industrial, do Estado Novo.
Número IPA Antigo: PT062203030101
 
Registo visualizado 31 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Extração, produção e transformação  Matadouro    

Descrição

Acessos

Funchal (Santa Luzia), Rua do Matadouro

Protecção

Categoria: IIM - Imóvel de Interesse Municipal, Aviso n.º 20/2013, DR, 2.ª série, n.º 12 de 17 janeiro 2013

Enquadramento

Urbano, nas imediações da Ribeira de João Gomes.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Extração, produção e transformação: matadouro

Utilização Actual

Cultural e recreativa: edifício multiusos

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETOS: Cláudio Wanderley (séc. 21); Couto Martins (1930, década); Luís Nova (séc. 21); Miguel Jacobettey (1930, década).

Cronologia

1930, década - construção do edifício do antigo matadouro municipal, com projeto dos arquitetos Couto Martins e Miguel Jacobettey; séc. 21 - aquisição do edifício pela Câmara Municipal do Funchal; elaboração de projeto de adaptação do antigo matadouro municipal a centro cultural pelos arquitetos Cláudio Wanderley e Luís Nova; o edifício funcionará como museu de arte moderna para acolher a coleção doada por Joe Berardo; maio - data prevista para o início das obras de adaptação, as quais têm a previsão de 14 meses *1.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

DINIZ, Carlos - O antigo matadouro do Funchal será transformado num centro cultural (http://www.anteprojectos.com.pt/2011/05/20/o-antigo-matadouro-do-funchal-sera-transformado-num-centro-cultural/, 20-05-2011), [consultado em 07-03-2013]

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Conservatória do Registo Predial do Funchal, n.º 1889/2012117, matriz, artigo 3584

Intervenção Realizada

CMFunchal: 2013 - obras de adaptação do edifício do matadouro a centro cultural.

Observações

EM ESTUDO. *1 - O projeto dos arquitetos Cláudio Wanderley e Luís Nova não prevê a alteração da estrutura e volumetria do edifício e procurará não o descaracterizar. Os arquitetos optaram pelo azul do artista plástico Ives Klein, utilizado em arquitetura por Majorelle. O projeto propõe uma entrada pela via rápida, que conduzirá a ampla zona de estacionamento; no interior, o museu desenvolver-se-á em dois níveis com funções múltiplas e didáticas: num dos espaços, ficará em exposição permanente a coleção permanente de Art Déco da Fundação Berardo, exposta temporariamente na Casa das Mudas, e, num segundo nível, ficarão exposições itinerantes.

Autor e Data

Paula Noé 2013

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login