Igreja Paroquial de Pernes / Igreja de Nossa Senhora da Purificação

IPA.00006424
Portugal, Santarém, Santarém, Pernes
 
Arquitectura religiosa, manuelina, maneirista, barroca. Igreja paroquial com uma única nave, sem capela-mor destacada apenas demarcada por elevação do pavimento e edículas na parede fundeira da nave; decoração vegetalista de carácter manuelino, também presente nos bocetes e na arquivolta do arco que lhe dá acesso; maneirismo - nave de espaço unificado, bem iluminada, de acordo com as determinações catequéticas postridentinas, linguagem decorativa das 2 últimas capelas laterais e respectivos portais de acesso; dinâmica barroca no tratamento da torre sineira e da organização da fachada principal. Na sua organização espacial segue uma tipologia que se encontra na Igreja Matriz de Alcanede ( v. 1416040061 ) que sofreu idênticas campanhas de obras e de invocação idêntica. A edícula para os santos óleos, de proporções e decoração já renascentistas, mas que mantem ainda a linguagem manuelina no recorte trilobado do toro relevado que encima o vão
Número IPA Antigo: PT031416140081
 
Registo visualizado 471 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal, composta; volumes articulados com coberturas diferenciadas em telhado. Fachada principal virada a O., de 3 corpos: o central, enquadrado por pilastras e rematado por frontão triangular com volutas em remate, rasgado por portal com frontão e janelão sobreposto de vergas em arco segmentar, ladeado por janelas rectangulares; o corpo lateral esquerdo liso, com remate acompanhando a inclinação da empena do corpo central; uma torre sineira do lado oposto, levemente recuada, marcada por cunhais e cimalha, com o corpo superior coroado por cúpula bolbosa e rasgado por ventanas em arco redondo, com pináculos nos 4 vértices. Fachada lateral S. rasgada por 2 frestas e portal de verga recta, com 2 grandes contrafortes adossados. Na fachada lateral N. os volumes de vários anexos adossados. INTERIOR: nave única com tecto em madeira de 3 planos, de caixotões pintados; coro-alto apoiado em colunas de pedra, com bacias de água benta incorporadas, porta principal antecedida por guarda-vento. A N. o baptistério - no qual se destaca, lavrada em pedra, uma edícula para os santos óleos, de recorte trilobado no toro que encima o vão - e três capelas: a primeira capela, de planta quadrada, é rasgada por arco redondo de arquivolta decorada com motivos vegetalistas, tem cobertura em abóbada de nervuras estrelada com fechos decorados, o central com vaso com acuçenas, e mísulas de ábaco facetado, com decoração vegetalista; a segunda, mais profunda, com arco de acesso enquadrado por colunas emparelhadas sustentando entablamento, é coberta por abóbada de berço com caixotões lavrados em pedra, com vestígios de pintura, figurando emblemas marianos; segue-se uma capela pouco profunda, também com abóbada de berço, com arco em pedraria com pilastras dóricas e entablamento de triglífos, coroado por frontão de volutas, enquadrando um pequeno retábulo em talha dourada com tela redonda; capela-mor apenas assinalada pela elevação do pavimento: 3 arcos de verga em arco redondo emolduram as edículas onde se encaixam o altar-mor, em talha dourada, e os 2 altares colaterais em madeira marmoreada; um silhar de azulejos polícromos de vários padrões circunda as paredes da nave; azulejos de enxaquetado duplo, em azul e branco, cobre inteiramente as 2 últimas capelas laterais do lado N., centrados por motivos florais polícromos na parede fundeira da capela mais profunda *1.

Acessos

Largo do Cemitério, no final da Rua Comendador José Gonçalves Pereira

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Periurbano, outeiro, isolado; implantada no topo de uma elevação, o Alto das Peças, que domina a povoação e os campos em redor; circundada por adro empedrado com murete envolvente a S., E. e O., confinando do lado N. com o cemitério da vila. Na rua de acesso à igreja levantam-se imóveis de interesse arquitectónico como a capela de Santo António (v. PT031416140079) e o Torre do Relógio (v. PT031416140159)

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Santarém)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 16, inícios - data provável de construção da primitiva igreja, de que resta a capela lateral manuelina; séc. 17 - reconstrução do templo, revestimento azulejar, provavelmente associados à figura de Frei Domingos Vieira, prior de Alcochete, falecido em 1666, cujo carneiro se encontra no pavimento junto à capela colateral do lado do Evangelho; 1651 - Mateus do Couto vai verificar a obra da Igreja; 1755, 01 novembro - o terramoto causa estragos na igreja, ainda não reparados em 1758; séc. 18, 2ª metade - reedificação da fachada principal e torre sineira; o altar-mor e colaterais datam desta campanha; o altar-mor foi mandado fazer pelo capitão-mor de Pernes Marçal da Silva Botelho (SEQUEIRA, 1949); 1893 - data de restauro assinalado na pedra de fecho do portal principal; 2003, 08 julho - abertura do procedimento administrativo relativo à classificação do imóvel, por despacho da Exmª. Senhora Vice-Presidente do IPPAR; 199 / 2002 - data inscrita sobre a pedra de fecho do portal principal assinalando o restauro efectuado nestas datas; 2003, 8 de Julho - abertura do procedimento administrativo relativo à eventual classificação da Igreja Matriz de Pernes; 2005 - data inscrita na calçada do adro da igreja, assinalando o restauro feito; 2006, 12 maio - Despacho determinando o encerramento do processo relativo à eventual classificação do Igreja Matriz, deixando o imóvel de estar em vias de classificação e sem qualquer servidão na área do património cultural.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes (nave e capela lateral profunda) e estrutura mista (capela manuelina)

Materiais

Estrutura em alvenaria de pedra, rebocada e caiada, molduras em pedra, cobertura em telha cerâmica, pavimento em tijoleira e pedra, caixilhos e portas em madeira.

Bibliografia

ALMEIDA, José António Ferreira de, Tesouros Artísticos de Portugal, Lisboa, 1967; LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Pinho, Portugal Antigo e Moderno, Diccionario Geographico, Estatístico, Chorographico, Heráldico, Archeologico, Histórico, Biographico e Etymologico, Vol. 6º, Lisboa, 1875; MENDES, Octávio da Silva Paes, Santarém Monumental. Roteiro, Santarém, 1988; PEREIRA, Esteves e RODRIGUES, Guilherme, Portugal Diccionário, vol. 5, Lisboa, 1911; SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Santarém, vol. 5, Lisboa, 1949; VITERBO, Sousa, Diccionario Historico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portuguezes ou a serviço de Portugal, Lisboa, Imprensa Nacional, 1904, vol. I.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IAN/TT, Memórias Paroquiais, vol. 29, fl. 1081, Lisboa, 1758; IPPAR: DRL

Intervenção Realizada

1980, c. de - restauro da capela lateral central sendo o retábulo retirado e colocado o revestimento de enxaquetados com florões, então realizado; 1994, c. de - restauro da pintura dos caixotões da nave e da última capela lateral junto ao altar-mor *2; 1999 / 2002 - obras de restauro na igreja; 2005 - tratamento da envolvente, obras no adro da igreja.

Observações

*1 - em 1758 (Memórias Paroquiais) o altar-mor tinha um retábulo dourado com grande tribuna, os altares colaterais eram dedicados a Nossa Senhora da Conceição e a São Domingos (altar das almas), na nave havia o altar do Senhor Jesus e a capela de Nossa Senhora do Rosário. A imagem do Senhor dos Passos milagrosa, então existente na Igreja da Misericórdia da mesma povoação, é a mesma que hoje se guarda numa das capelas laterais; *2 - aquando do restauro da capela de Nossa Senhora do Rosário foram encontradas várias imagens em pedra de Ançã, com policromia original, por trás do retábulo aí existente, a mais completa representando um santo bispo.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1997

Actualização

2009
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login